Brusque, 22 de agosto de 2017   |   02:08

NOSSA HISTÓRIA

O Início

A Sociedade Rádio Araguaia de Brusque/SC iniciou suas atividades no dia 06 de setembro de 1946, sendo a sétima emissora a ser instalada em Santa Catarina. A estréia ao vivo aconteceu um dia depois, na transmissão do desfile alusivo ao Dia da Pátria na Avenida Cônsul Carlos Renaux no centro da cidade.
O primeiro estúdio da Rádio Araguaia localizava-se na Rua Rui Barbosa, prédio da Família Schaefer, em frente a histórica confeitaria Kohler no centro de Brusque. Os primeiros proprietários da emissora foram Raul Schaefer (o maior acionista), Otto Reginaldo Renaux, Guilherme Renaux, Adriano Schaefer, Nivert Debrassi, além de Luiz Otto e Euvaldo Schaefer. No dia 29 de julho de 1950 a emissora recebeu licença oficial para funcionamento definitivo, pois até então era registrada na Junta Comercial do Estado.

Os primeiros funcionários

A primeira voz transmitida pelas ondas da Rádio Araguaia foi a do locutor Nievert Debrassi, mais conhecido como Salsicha. O segundo funcionário da emissora foi Celso Teixeira, que mais tarde tornou-se cronista esportivo. A sonoplastia era de responsabilidade de João Luiz Schaefer. Junto com ele trabalhava Waldemar José Duarte, depois batizado de J. Duarte, noticiarista e figura ligada ao esporte. O departamento técnico era comandado por Erondino Fagundes de Moraes, exímio conhecedor dos aparelhos transmissores.
Ciro Gevaerd, ex-prefeito de Brusque, também colaborou com a radiofonia nesta fase embrionária, dando idéias para a criação de alguns programas.

Os primeiros destaques da Araguaia

O destaque da Araguaia no início era Maria Iracema, primeira mulher a ocupar o microfone e cuja capacidade de improviso chamava a atenção dos ouvintes. Dois programas musicais atingiram grande popularidade na época: Alma Gaúcha, que apresentava tangos argentinos, no horário das 13h às 14h e também o quadro Música Alemã, muito prestigiado principalmente pelo descendestes dos imigrantes germânicos.
No ano de 1947 a emissora importou de Blumenau Wilson Erasmo Quintino dos Santos, considerado o primeiro profissional do rádio brusquense. Com a chegada de Wilson, começaram os programas ao vivo, predominando as atrações de auditório no Cine Real e na sede do Clube Atlético Carlos Renaux. Apresentações ao vivo de duplas sertanejas regionais e duplas consagradas como Pedro Bento e Zé da Estrada, Canário e Passarinho, Tibaji e Miltinho, e músicos consagrados como o acordeonista Mário Zan, Alcides Gerardi, Aldo Krieger (compositor do Hino do Centenário de Brusque), além de entrevistas célebres como a do ator e comediante brasileiro Grande Otello, sempre fizeram parte da programação da Rádio Araguaia.

A era das radionovelas

Nas décadas de 50 e 60 a Araguaia transmitia através de fita de rolo radionovelas de sucesso nacional, como por exemplo “Direito de Nascer”, “Última Quimera” e até algumas produções caseiras que tiveram boa aceitação dos radiouvintes na época.

Um ícone Araguaiano

Outro nome que faz parte da história da Rádio Araguaia é o do radialista Saulo Tavares, que iniciou suas atividades na emissora em outubro de 1962 como sonoplasta e logo depois assumiu os microfones, alcançando grande popularidade e se tornando um ícone do rádio catarinense. Saulo Tavares está em plena atividade na Araguaia e dentre os programas apresentados pelo mesmo destaca-se o “Informativo Souza Cruz”, criado em 1973 com a proposta de ser um meio de comunicação entre a população, principalmente a interiorana. Divulgação de aniversário, comunicado de alta hospitalar, notas de falecimento e outros recados fazem parte da pauta deste programa matinal, além de uma programação musical “bem raiz”. Ao longo dos anos o “Informativo Souza Cruz” sofreu algumas alterações em seu nome (Movelar, Atacadão, etc), mas até hoje tem apresentação de Saulo Tavares que mantém a essência do programa que carrega o nome de “Informativo Havan”.

O esporte na Araguaia

Alguns dos mais importantes acontecimentos esportivos de Brusque e região teve a cobertura da Rádio Araguaia, como por exemplo os Jogos Abertos de Santa Catarina, partidas futebolísticas, desde a década de 50, envolvendo os times brusquenses do Clube Atlético Carlos Renaux e do Clube Esportivo Paysandu e também de acontecimentos marcantes recentes, como é o caso do Campeonato Catarinense de Futebol de 1992, onde o Brusque Futebol Clube consagrou-se campeão.

Jornalismo atuante

Outra vertente em que a Araguaia é destaque desde a sua existência é o departamento de jornalismo, que além de atuante, prima pelo seu papel de cunho social, informando e orientando a população com a máxima transparência e com total comprometimento com a verdade. Muitos foram os fatos em que o jornalismo da Rádio Araguaia foi de grande valia para a comunidade, como por exemplos nas enchentes de 1961,1984, 2008 e 2011, onde a rádio, apesar das dificuldades, não interrompeu seus trabalhos e manteve a comunidade informada de todas as ações necessárias para vencer a força do Rio Itajaí-Mirim.

Hoje, 68 anos após sua fundação, a Sociedade Rádio Araguaia de Brusque continua escrevendo através dos AM 970 uma história de altruísmo, abnegação e bem servir em prol de uma comunidade ordeira, voltada para o progresso.