Vandalismo
Caçamba de entulhos disponibilizada pela Prefeitura é incendiada no bairro Limeira Baixa
Equipamento da empresa licitada Cidade Limpa fazia parte do programa de Combate a Endemias, com foco na prevenção da dengue 
por Secom/Prefeitura de Brusque 12/01/2021 às 11:53 Atualizado em 12/01/2021 às 11:54

O Programa de Combate a Endemias da Prefeitura de Brusque disponibilizou no ano passado uma caçamba de entulho, via empresa licitada Cidade Limpa, para recolhimento periódico de materiais no final da rua Florentino Gilli, bairro Limeira Baixa, próximo ao Condomínio Sesquicentenário e outras residências. Na última semana, quando a empresa foi recolher o material verificou que a caçamba havia sido incendiada. 

“O programa da dengue fornece essas caçambas para recolhimento de materiais volumosos, como: móveis, colchões, geladeiras e fogões. Enfim, todo o material que a Recicle não recolhe. Temos um contrato com a empresa Cidade Limpa e ela nos fornece estas caçambas, conforme a demanda identificada pela equipe em áreas com foco positivo”, explica a coordenadora do Programa de Combate a Endemias, Letícia Figueredo.  

De acordo com ela, no local foram identificados focos positivos no segundo semestre e a caçamba foi disponibilizada em novembro. “A equipe verificou que havia muito entulho no local em um terreno baldio, o que gerava demanda para a Secretaria de Obras. Então, conversamos com alguns moradores e a caçamba foi disponibilizada”, ressalta. 

Por conta do incêndio e das despesas que a empresa Cidade Limpa precisará arcar, a equipe do Programa de Combate a Endemia decidiu não restabelecer a coleta de materiais no local. “Temos caçamba fixa disponível também nos bairros Santa Rita e Santa Terezinha, que são áreas infestadas pelo mosquito Aedes Aegypti. Nesses bairros não tivemos nenhum problema. A caçamba continua sendo colocada e conforme enche, nós avisamos a empresa, que recolhe o material e disponibiliza outra caçamba vazia”, destaca a coordenadora. 

Letícia explica que a disponibilização de caçambas em locais fixos iniciou em 2019 e tem apresentado bons resultados na prevenção de novos focos de dengue. “Infelizmente, no bairro Limeira não conseguimos continuar fornecendo devido ao mal uso que a população fez deste nosso trabalho.  Lamentamos, pois foi a maneira que encontramos de auxiliar a população”, conclui. 

Segundo o responsável pelas operações da Cidade Limpa, Nicolas Floriani, a empresa terá que arcar integralmente com o prejuízo. “A caçamba basicamente carbonizou inteira. Ficou só no ferro. Teremos que realizar a reforma de toda ela. Devido ao calor do incêndio, a estrutura ficou fragilizada e terá que ser feito um reforço. Será necessário também lixar toda a tinta que pegou fogo e refazer a pintura. O prejuízo ficará próximo de R$ 3 mil”, comenta.

Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios
Recomendados