COVID-19
Comitê Interinstitucional prega atenção com aumento de casos ativos
SC registrou nesta semana 19.164 casos ativos da Covid-19. Esse é o maior número de pessoas contaminadas ao mesmo tempo no Estado desde o início da pandemia
por Assessoria de Imprensa TJ/SC 21/11/2020 às 06:01 Atualizado em 25/11/2020 às 17:07

Santa Catarina registrou nesta semana 19.164 casos ativos da Covid-19. Esse é o maior número de pessoas contaminadas ao mesmo tempo no Estado desde o início da pandemia em março de 2020. O assunto foi o principal tema de mais uma reunião do Comitê Interinstitucional de Acompanhamento da Covid-19, uma iniciativa do Poder Judiciário de Santa Catarina (PJSC). O presidente do PJSC, desembargador Ricardo Roesler, ao abrir os trabalhos, anotou que o momento é de extrema cautela com o aumento da taxa de transmissão, mas reforçou que todos os cuidados são mantidos para evitar a propagação da doença. 

O juiz auxiliar da Presidência Cláudio Eduardo Regis de Figueiredo e Silva apresentou os números que demonstram o agravamento da pandemia no Estado. No dia 1º de agosto, quando foi registrado o primeiro pico da doença, havia 13.241 casos ativos. Nesta semana, a Secretaria de Estado da Saúde divulgou que há mais de 19 mil casos ativos de Covid-19. De acordo com o magistrado, a média de ocupação dos leitos hospitalares cresceu para 75% nos últimos dias. Apesar da baixa letalidade em comparação ao primeiro pico, foram registradas 40 mortes no último dia 17, que sinaliza para um aumento de óbitos. 

Segundo o presidente do Judiciário catarinense, o planejamento já se debruça sobre o que pode vir a ocorrer no período pós-recesso. "Precisamos ter uma atenção dobrada pois, embora atentos e orientados no sistema Judiciário, onde a situação está sob controle, temos que planejar o futuro. A orientação é o retorno com bastante cautela, mas temos que analisar os vários cenários após os dias 6 de janeiro e 20 de janeiro, com o fim dos prazos processuais", observou o dirigente máximo do PJSC. 

O chefe da Casa Militar do PJSC, coronel Adilson Luiz, também apresentou os índices de ocupação das unidades judiciais. Nos últimos quatro dias, a média de ocupação foi de 27%, portanto abaixo dos 30% previsto para o retorno gradual. A reunião contou com o corpo diretivo do PJSC, além de representantes do Ministério Público (MPSC), Procuradoria-Geral do Estado, Defensoria Pública (DPSC) e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-SC), entre outras autoridades.

Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios
Recomendados