Brusque, 24 de outubro de 2017   |   07:10

TRE-SC

Dos 295 municípios catarinenses, 281 já estão cadastrando biometricamente eleitores, sendo que, em 40 deles, está acontecendo o processo de revisão biométrica. O restante está atendendo os eleitores de forma ordinária. Apesar de não ser obrigatório o cadastramento biométrico em Itaiópolis, São Carlos e Taió, esses municípios estão atendendo uma média diária acima do que era esperado.

Em Itaiópolis, a média diária de atendimento é de quase 79 eleitores. Enquanto São Carlos está atendendo mais de 26 eleitores por dia e Taió, quase 36 eleitores. O objetivo é que, até o final de junho deste ano, todos os municípios de Santa Catarina passem a colher as digitais dos eleitores. Confira aqui a lista de municípios que estão realizando a biometria. Em todos os casos, os eleitores devem agendar o atendimento pelo site do TRE-SC.

Segundo o chefe de cartório da 38ª Zona Eleitoral (Itaiópolis), Carlos Eduardo Krajevski, a divulgação da imprensa local, principalmente nas rádios, e as entrevistas concedidas para divulgar o processo biométrico são fatores determinantes para o sucesso do cadastramento no município.

Parcerias com entidades e empresas locais também auxiliaram no processo de divulgação da biometria. Em São Carlos, por exemplo, o chefe de cartório da 70ª Zona Eleitoral, Everton Hetzel, firmou parceria com o Sindicato de Trabalhadores Rurais e com assistentes sociais do município, que estão divulgando e agendando o atendimento dos eleitores.

Já a chefe de cartório da 46ª Zona Eleitoral (Taió), Fernanda Coelho Pucci, destacou que as postagens feitas nas suas redes sociais ajudaram bastante na divulgação. “Não só fiz um post divulgando, como também marquei as pessoas que conheço do município e pedi para elas compartilharem”, destacou. Além disso, cartazes foram afixados em pontos estratégicos do município e distribuídos para pessoas integrantes de associações e grupos locais. 

Para realizar o procedimento biométrico, é necessário que o eleitor leve documento de identificação com foto, comprovante de residência recente e comprovante de alistamento militar – para os homens maiores de 18 anos e que vão fazer o primeiro título.

A biometria é um método tecnológico que permite reconhecer, verificar e identificar uma pessoa por meio de suas impressões digitais, que são únicas. Na Justiça Eleitoral, o cadastro biométrico é utilizado para tornar as eleições ainda mais seguras e prevenir fraudes.

Repórter: Assessoria de Imprensa TRE/SC
Imagem: Ilustração


Veja também