Coronavírus em SC
Em cinco dias, Estado entrega 69 respiradores para novos leitos de UTI em oito municípios
A ação visa ampliar o número de leitos de UTI em seis regiões de Santa Catarina
por Secom/Governo SC 31/07/2020 às 15:55 Atualizado em 31/07/2020 às 16:31

Em uma semana, o Governo do Estado entregou 69 respiradores pulmonares a hospitais de oito municípios. A ação visa ampliar o número de leitos de UTI em seis regiões de Santa Catarina.  As operações começaram na segunda-feira, 27, com a entrega de 20 ventiladores adquiridos pelo Governo do Estado, junto à empresa WEG, e 20 monitores multiparâmetros ao Hospital Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí, na região Nordeste.

No dia seguinte, terça, 28, foi a vez de Araranguá, Fraiburgo, Lages e Chapecó receberem os equipamentos. Uma ação realizada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), em parceria com a Defesa Civil e escolta da Polícia Militar, entregou 10 ventiladores pulmonares WEG ao Hospital Regional de Araranguá e seis respiradores ao Hospital Fraiburgo, na região Sul. Outro lote com 10 respiradores pulmonares foi levado ao Hospital e Maternidade Tereza Ramos, em Lages, na Serra. E finalizou os trabalhos em Chapecó, com a entrega de três respiradores WEG ao Hospital Regional do Oeste. A região Norte recebeu os equipamentos na quarta-feira, 29. Foram disponibilizados mais cinco respiradores pulmonares WEG, para o Hospital São Vicente de Paula, em Mafra. Outros cinco respiradores foram entregues ao Hospital Santa Cruz, no município de Canoinhas. No final da tarde de quinta-feira, 30, o Governo do Estado, em mais uma operação, por meio da SES e da Defesa Civil, entregou um lote com 10 respiradores pulmonares WEG para o Hospital Regional de Biguaçu Helmuth Nass, na Grande Florianópolis. O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, voltou a reforçar a necessidade de apoio da população no combate ao coronavírus, seja usando máscara, passando álcool em gel e, claro, com o devido isolamento social. "A nossa atenção está focada no diálogo com os municípios, no abastecimento da rede hospitalar e na garantia dos serviços, mas é imprescindível que exista a consciência de que a manutenção de leitos de UTI é a última etapa no enfrentamento. Precisamos contar com a ajuda de todos para maior prevenção", lembrou Ribeiro. O chefe da Defesa Civil, João Batista Cordeiro Junior, destacou o trabalho integrado do órgão e da SES para o atendimento ao cidadão."A Defesa Civil desde o primeiro dia da operação Covid-19, trabalha com para integração de esforços de múltiplas agências para apoio à SES, inclusive na logística de distribuição dos respiradores em todo o estado", frisou.

Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios
Recomendados