Brusque, 24 de outubro de 2017   |   07:10

Cras Limeira

O Centro de Referência de Assistência Social (Cras) da Limeira promoveu nesta quarta-feira (11), em parceria com o Sesc de Brusque, a palestra “Planejamento Familiar Financeiro”. A iniciativa foi realizada pelo economista Dorival Monteiro de Oliveira, que já atua em parceria com o Sesc.

A ação faz parte de um programa de acompanhamento realizado pelo Cras direcionado às mulheres que fazem parte do serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif), cujo o nome do grupo é intitulado “Entre Elas”, conforme comenta a assistente social, Amanda Barilli. “Existiam várias pessoas que estávamos acompanhando dentro do Paif e identificamos alguns perfis similares. Dentro disso, a gente percebeu que, ao invés de trazer para o individual, poderíamos fazer também um acompanhamento coletivo com base nas diversas experiências”, explica.

Segundo a também assistente social, Francisca Mendes, o mapeamento feito pelas profissionais mostrou demandas e semelhanças e percebeu-se que boa partes destas pessoas tinham questões de autoestima, dificuldades financeiras, familiares, de maternidade precoce, entre outros. “Vimos o que isso influenciava nelas e como elas poderiam alterar isso com base nestes eixos, para que elas entendessem melhor e soubessem como lidar com determinada situação”, observa.

Os encontros ocorrem desde março e são realizados a cada 15 dias, sempre às quartas-feiras. A cada mês é trabalhado um tema diferente. Já foram abordados, por exemplo, questões relacionadas à saúde, importância da atividade física, direitos, entre eles os sociais. “Atualmente estamos trabalhando com oficinas. Agora, integrando esse projeto, trouxemos essa questão do planejamento familiar financeiro em parceria com o Sesc”, ressalta Francisca.

Tanto ela quanto Amanda observam que este trabalho de acompanhamento é uma iniciativa inédita entre os municípios da região. “A parceira com o Sesc veio para complementar tudo isso. São diversas ações realizadas. É um projeto piloto, pois verificamos que na região não existe este trabalho de acompanhamento em grupos”.

Iassana Hoffmann, assistente Social do Sesc, diz que a iniciativa está dentro do projeto Sesc e Cidadania que tem como objetivo trabalhar com grupos de pessoas e comunidades para que estas se tornem protagonistas de suas histórias. “Isso contribui para que as pessoas em situações de vulnerabilidade possam ter mais oportunidades no meio social”, ressalta.

Repórter: Secom/Prefeitura de Brusque
Imagem: Divulgação


Veja também