Brusque, 18 de dezembro de 2017   |   05:12

Beira Rio

A Câmara Municipal de Brusque realizou uma audiência pública nesta quarta-feira (6), no plenário da casa legislativa, sobre o Projeto de Lei Ordinária 69/2017, que autoriza o poder Executivo a tomar emprestados até R$ 23,9 milhões do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), destinados ao Plano Municipal de Mobilidade Urbana e à construção da margem esquerda da Avenida Beira Rio. Os recursos previstos são oriundos do Programa Avançar Cidades - Mobilidade Urbana, do Ministério das Cidades.

De acordo com o presidente da Comissão de Finanças, Orçamento e Fiscalização Financeira da Câmara de Vereadores, o vereador Celso Carlos Emydio da Silva, a audiência é fundamental para ouvir a sociedade organizada. Ele lamentou a ausência de convidados, mas disse que as dúvidas foram solucionadas.

Para o presidente da Comissão Serviços Públicos, o vereador Leonardo Schmitz,  a intenção da audiência foi  de fazer com que a comunidade possa entender o valor do financiamento deste obra importante para o escoamento do canal extravasor.

Segundo o vice-prefeito, Ari Vequi,  é um volume considerável de recursos que será empregado no projeto e a audiência é importante para que a população entenda todas as questões que a execução de uma obra como essa exige.

A audiência contou com a presença de membros do governo, de vereadores e funcionários do poder Legislativo e de entidades.

 

 

 

Repórter: Redação Araguaia
Imagem: Pedro Paulo Angioletti


Veja também