Brusque, 17 de novembro de 2017   |   17:11

Vale do Itajaí

Em Blumenau, na noite desta segunda-feira, 13, durante o encontro de líderes religiosos do Vale do Itajaí, o governador Raimundo Colombo destacou as ações para manter o dinamismo econômico catarinense, as medidas anticrise, o bom andamento das obras do Governo do Estado e a retomada do crescimento da economia. 

Colombo disse que, mesmo diante de um cenário de crise, Santa Catarina optou por não aumentar impostos para garantir a competitividade e não punir a população. Citou que, em setembro, Santa Catarina foi destaque nacional na geração de empregos, gerando um saldo de oito mil novas vagas com carteira assinada. “Conseguimos vencer etapas importantes. Não paramos obras, mantivemos as contas equilibradas e fizemos investimentos em diversos setores da economia”, ressaltou. 

O governador também falou dos desafios do cenário econômico nacional, demonstrando otimismo para os próximos meses. “O cenário é de recuperação da economia. É um tempo de acreditar, de agir, de aproveitar as oportunidades e de gerar riquezas”, explicou. 

Colombo ressaltou que na região de Blumenau, em 2016, foram investidos R$ 632 milhões em incentivos fiscais para indústrias. O setor têxtil recebeu R$ 494,8 milhões, direcionados a 463 indústrias, resultando em 21.533 empregos, sendo que 25% do total dos investimentos no segmento foram para indústrias da região. O setor da importação recebeu R$ 110,7 milhões em incentivos para 122 indústrias da região. 

Como incentivo ao empreendedorismo, o governador falou do Sinapse da Inovação e dos Centros de Inovação. Serão 13 centros de inovação em diferentes regiões de Santa Catarina. O de Lages foi o primeiro a ficar pronto, em junho de 2016. Além de Lages e Blumenau, outras 11 cidades terão estruturas semelhantes (Brusque, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Itajaí, Jaraguá do Sul, Joaçaba, Joinville, Rio do Sul, São Bento do Sul e Tubarão). 

No setor da tecnologia, Colombo destacou o Programa Entra21 Blusoft, de Blumenau, que prepara jovens para o mercado de trabalho. Entre 2015 e 2016, foram investidos R$ 2 milhões. Para 2018, está programado investimento de R$ 800 mil. O programa atende 330 alunos por ano com idade de 16 a 29 anos. 

Na Defesa Civil, Colombo destacou obras como as melhorias nas barragens de Ituporanga e Taió, que beneficiam toda a região do Vale; a cobertura por radares (com equipamentos fixos em Lontras, no Vale, e em Chapecó, no Oeste, e um aparelho móvel no Sul); e o pioneiro serviço de envio de alertas por SMS. Em Blumenau, também está sendo concluído o Centro Regional de Defesa Civil (Cigerd). “Santa Catarina evoluiu muito na área de Defesa Civil para proteger a população. São ações que trazem muitos resultados positivos”, salientou o governador. 

“Entendemos que o homem público deve prestar contas da sua caminhada, trajetória e efetivamente dos trabalhos executados. E este foi o objetivo nesta noite com a palestra do governador”, relatou o deputado Ismael dos Santos, que promoveu o encontro de líderes religiosos na cidade.

Repórter: Secom/Governo de SC
Imagem: Julio Cavalheiro/Secom


Veja também