IGREJA MATRIZ
Missa comemora 115 anos da presença Dehoniana em Brusque
Celebração foi realizada pela paróquia SLG com organização dos seminaristas do Convento Sagrado Coração de Jesus e presidida pelo padre Provincial
por Assessoria de Imprensa Ideia Comunicação 09/10/2019 às 09:16 Atualizado em 09/10/2019 às 09:18

"Sagrado Coração de Jesus, fazei o nosso coração semelhante ao vosso!" Nesta primeira sexta-feira do mês das missões, 4 de outubro, a Igreja Matriz São Luís Gonzaga, juntamente com membros do Apostolado da Oração e os seminaristas do Convento Sagrado Coração de Jesus, celebrou uma missa muito especial. Ela comemorou os 115 anos da presença dos padres Dehonianos em Brusque. A celebração também fez memória a todos os padres que passaram pela paróquia ao longo desses anos. A eucaristia foi presidida pelo Pe. Gilberto Bonato Xavier, Provincial da Província Brasil Meridional (BRM), responsável pela Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus (Dehonianos) no Sul do Brasil.

A missa recordou o ano de 1904, quando chegaram no Porto de Paranaguá os primeiros Missionários Dehonianos no Sul do Brasil, vinculados à Congregação fundada pelo Padre Leão João Dehon. Foi então que, em 4 de outubro daquele ano, Dom José Pereira de Barros, Bispo de Curitiba, nomeou o Pe. Gabriel Lux como primeiro vigário da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus em Brusque, na Paróquia São Luís Gonzaga. Foi o primeiro trabalho confiado pelo Bispo ao sacerdote, como lembra o pároco Diomar Romaniv. "Desde aquela época a presença da Congregação se expandiu, não só em Brusque, a medida que foram formadas outros comunidades, mas também em outras cidades e estados, com diferentes trabalhos".

O carisma Dehoniano é presente nas diversas áreas que a Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus atua ao longo desses anos, com ações paroquiais nas igrejas, na educação, nas áreas sociais e comunicação. "Em Brusque temos, além dos padres Dehonianos que trabalham na Paróquia SLG, todo o trabalho de formação de novos padres no Convento, a dimensão educacional no Colégio e Faculdade São Luís e a Casa Pe. Dehon, que mostra a espiritualidade da Congregação", diz.

'Escrevemos uma história bonita'

Coordenador e responsável pela Província Brasil Meridional no Sul do Brasil, o padre Gilberto percorre, neste segundo semestre, em visita canônica, todas as comunidades da Congregação. Coincidentemente, nesta semana visitou a Paróquia São Luís Gonzaga e de pronto aceitou o convite do Pe. Diomar para estar junto na noite em que a Matriz celebrou a missa dos 115 anos da presença Dehoniana na cidade de Brusque. "Foram dias muito bons aqui. Encontrar-se com a comunidade, com os religiosos e poder perceber eles trabalhando na generosidade, na doença e entrega é muito bom, não obstante as limitações de cada um. Como falava na homília 'escrevemos uma bonita historia' e podemos continuar escrevendo, marcada pelo amor do Coração de Jesus, marcado por esse convite do amor e reparação, reparar a vida das pessoas, reparar no sentido de restaurar, trazer para cima, cuidar, porque quem ama de fato cuida, respeita e perdoa, assim como o Coração de Jesus nos ensina", comenta o padre, que no dia seguinte à missa em Brusque concluiu sua passagem pela região visitando o Santuário Santa Paulina, em Nova Trento, antes de retornar à sede administrativa do Provincelado, em Corupá.

Imagens: Ideia Comunicação / Divulgação

"Sagrado Coração de Jesus, fazei o nosso coração semelhante ao vosso!"

Emoção para a comunidade Nossa Senhora de Lurdes, do bairro São Pedro, que esteve na Matriz participando da missa e, desta vez, a alegria foi ainda maior para o grupo que se uniu para prestigiar a celebração. Tanto é que todos se uniram e vieram de ônibus para o Centro de Brusque. Devota do Sagrado Coração de Jesus, a coordenadora do Apostolado da Oração da Comunidade, Karin Raquel Fischer Possamai, conta que é um prazer poder prestigiar momentos como o desta sexta-feira. "São muitas graças alcançadas, muito carinho e muito zelo. Graças a Deus nosso Apostolado está muito unido e, só por isso já agradeço imensamente a Deus por ter tantas pessoas consagradas, participantes e atuantes do Sagrado Coração e ao Apostolado da Oração. Só louvar e agradecer", revela. Somente da Comunidade coordenada pela Karen vieram cerca de 45 pessoas participar da missa.

Mariana Zen faz parte do Apostolado da Oração no bairro Guarani há cerca de seis anos e define a data deste 4 de outubro como um momento muito especial para sua vida. "É uma data muito importante. Sempre participo porque gosto muito. Hoje viemos em várias pessoas do bairro Guarani para esta missa", conta.

Leigos Dehonianos: amor e reparação

Na caminhada da família Dehoniana um grupo de voluntários inspiram suas vidas no carisma que Pe. Dehon legou. Um exemplo são os Leigos Dehonianos, que possuem presença e atuação marcante em nossa região e com representatividade. A caminhada do Leigo Dehoniano Álvaro Francisco de Souza iniciou na Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, quando se tornou seminarista.

Na família Dehoniana - sacerdotes, religiosos e grupo de consagrados, existem os leigos. Os Leigos Dehonianos da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus é uma organização onde esses voluntários, devotos do Sagrado Coração de Jesus, seguem o carisma da Congregação. A região Sul do Brasil (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul), conta com os Leigos Dehonianos da Província Brasil Meridional, uma organização que tem como coordenadora a Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, de Guabiruba, como cita Álvaro. "Em nível regional temos os Leigos Dehonianos da Paróquia São Luís Gonzaga (Brusque), da Paróquia São José (Botuverá) e da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (Guabiruba). Todas as pessoas que se sentem impulsionadas pelo trabalho que o Pe. Dehon fez,  voltado ao carisma da Congregação do Sagrado Coração de Jesus e devotos do Sagrado Coração de Jesus, podem seguir esse caminho e o chamado através dos compromissos que assumimos todos os anos". O compromisso é sagrado. "Ser profetas do amor e ministros da reconciliação".

Esses compromissos citados por ele são renovados no dia 12 de agosto, data do aniversário de morte do padre Dehon.

Assuntos: Comunidade
Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios
Recomendados