CAMPANHA DA FRATERNIDADE
Paróquia São Luís Gonzaga apresenta ações de acolhimento e proteção à vida
Igreja, CVV e Corpo de Bombeiros tornam-se exemplos do lema: “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10, 33-34)
por Rafael Imhof 26/02/2020 às 11:31 Atualizado em 26/02/2020 às 11:57

A Campanha da Fraternidade (CF) iniciou junto à Quarta-feira de Cinzas em todo o país. Neste ano, a proposta da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) é de cuidado e compromisso com o dom da vida. A CF refletirá sobre o tema “Fraternidade e Vida: Dom e Compromisso” e o lema “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10, 33-34). A campanha acontecerá durante a Quaresma, tempo litúrgico no qual a Igreja faz um convite mais intenso à conversão. 

A inspiração para esta campanha e modelo motivador para o caminho de conversão quaresmal é a imagem do Bom Samaritano, apresentado por Jesus no trecho do Evangelho de Lucas ao qual o lema da CF 2020 remete. A Igreja também destaca o exemplo de Irmã Dulce que estampa o folder da campanha. 

Em Brusque, o início da Quaresma foi marcado por uma entrevista coletiva concedia no Salão Paroquial da Matriz São Luiz Gonzaga. Na ocasião, o Pároco Diomar Romaniv, SCJ, esteve acompanhado por representantes do Centro de Valorização da Vida (CVV), do Corpo de Bombeiros e da Assistência Social. O sacerdote destacou o tema da campanha ao recordar que auxiliar o próximo é algo universal:



Por sua vez, o comandante da guarnição do Corpo de Bombeiros em Brusque, Capitão BM Jacson Luiz de Souza, destacou a importância da conscientização e valorização à vida. No trânsito, o município mantém destaque negativo. Para mudar essa realidade, busca-se uma conscientização maior de todos em prol de um trânsito mais seguro. O comandante explica que uma campanha será lançada neste sentido:


O Centro de Valorização da Vida (CVV) recebe milhares de ligações através do número 188. Durante o ano inteiro, 24 horas por dia, há voluntários espalhados por todo país e, inclusive, em Brusque. A voluntária Luciana Raimundo Marcos destaca o acolhimento e o trabalho desenvolvido pela entidade:


Também participaram da entrevista coletiva o voluntário do CVV, José Airton Leopoldino, e Maria Aparecida Frainer, vice-presidente da Ação Social da Paróquia São Luis Gonzaga. 

Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios
Recomendados