Geral
Reunião virtual da AMMVI termina sem definições
Devido as notícias falsas circulando nas redes sociais com um suposto decreto da AMVVI, a associação emitiu uma nota de esclarecimento confira abaixo
por Secom / Prefeitura de Brusque 29/06/2020 às 17:54 Atualizado em 29/06/2020 às 19:10

A Prefeitura de Brusque informa que na manhã desta segunda-feira (29) foi realizada Assembléia por vídeo conferencia da Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí (AMMVI), na qual contou com a participação do prefeito Jonas Oscar Paegle.

Um dos temas do encontro foi a adoção de medidas regionais de enfrentamento ao coronavírus. 

Por não haver definições durante o encontro, uma nova reunião foi agendada para a próxima quinta-feira (02/07). 

Até lá, os municípios poderão tomar atitudes de forma individuais. Porém a cidade de Brusque seguira adotando as mesmas estratégias no enfrentamento a doença.

Assembleia de prefeitos debate saúde pública

Medidas de apoio para o desenvolvimento de ações e diretrizes estratégicas no combate à pandemia do novo coronavírus na região, matriz de avaliação de risco potencial e ponderações dos órgãos de saúde e epidemiológicos foram alguns dos assuntos tratados na assembleia geral ordinária da AMMVI, nesta segunda-feira (29). 

Na reunião virtual, os prefeitos debateram sobre a evolução de casos confirmados de Covid-19 no Médio Vale, alternativas de restrições, isolamento social, investigação e outras recomendações. A coordenadora da Comissão Intergestores Regional (CIR), Márcia Adriana Cansian, secretária municipal de Saúde de Botuverá, explica que, neste momento, além das restrições já impostas, é importante observar e permanecer com cuidados relacionados à frequência, aglomeração e circulação de pessoas. 

AMMVI, CIR, Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Vale do Itajaí (Cisamvi), prefeitos e técnicos municipais monitoram diariamente os dados da região e os indicadores que incluem a análise do percentual de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e enfermaria nos hospitais da região, número de casos confirmados, óbitos, recuperados e demais índices. 

“Desde o início da pandemia nos reunimos periodicamente e buscamos alinhar medidas para toda a região, pois muitas das ações ultrapassam os limites territoriais dos municípios e nossa população circula entre as cidades. Constantemente avaliamos se novas restrições são necessárias e estamos buscando sempre o equilíbrio e a proteção à vida”, afirma o presidente da AMMVI, Matias Kohler, prefeito de Guabiruba. 

Na assembleia, os prefeitos trataram ainda sobre medicamentos, impactos econômicos, parcerias internacionais e Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Participaram também da assembleia os secretários municipais de Saúde. 

(Michele Prada, Ascom AMMVI)

Devido as notícias falsas circulando nas redes sociais com um suposto decreto da AMVVI, a associação emitiu uma nota de esclarecimento confira:

Desde os primeiros sinais da pandemia no território catarinense, a região do Médio Vale do Itajaí tem se articulado para fortalecer a prevenção e o combate ao novo coronavírus. Desde março, acontecem reuniões periódicas entre prefeitos, secretários municipais de Saúde, técnicos da Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí (Ammvi), do Consórcio Intermunicipal do Médio Vale do Itajaí (Cisamvi) e outros agentes envolvidos no processo.

A organização e a articulação da região garantiram a ampliação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e o fluxo adequado dos serviços hospitalares, refletindo, até o momento, em estabilidade na taxa de ocupação dos leitos clínicos e de UTI.

Desde a publicação do Decreto Estadual nº 630, de 1º de junho de 2020, uma Comissão de Governança Regional tem reunido dados e discutido os indicadores e as informações da matriz de risco potencial disponibilizada pelo Estado aos municípios catarinenses. Todas as análises são respaldadas em pareceres e estudos técnicos e científicos. A Comissão está em fase de formalização e as recomendações por ela propostas serão emitidas para subsidiar decisões dos prefeitos e gestores de saúde.

Em função disso, a Ammvi esclarece que, até o momento, não foi expedido qualquer conteúdo oficial com recomendações ou sugestões em nome da Associação, do Cisamvi ou do Colegiado de Secretários Municipais de Saúde. O que foi tratado, em assembleia geral na manhã desta segunda-feira (29), foi a proposição da primeira nota técnica da Comissão de Governança Regional para combate e enfrentamento à pandemia, cujo documento ainda está em discussão e aperfeiçoamento.

Blumenau, 29 de junho de 2020.

Matias Kohler

Presidente da AMMVI

Prefeito de Guabiruba


Assuntos: Comunidade
Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios
Recomendados