TRIBUNA

“Por que em Brusque não pode acontecer? Brusque não é mais uma colônia faz tempo”, diz Cacá Tavares sobre PL de sua autoria

Ele contou que a aprovação do projeto sobre a cessão de espaços para as práticas do grafite e do muralismo gerou “burburinhos”   
por Assessoria de Imprensa Câmara de vereadores 06/12/2023 às 18:14 Atualizado em 06/12/2023 às 18:27
Imagem divulgação

Durante a sessão ordinária desta terça-feira, 5 de dezembro, o vereador Cassiano Tavares, o Cacá (Podemos) exibiu um vídeo para defender como “a lei de incentivo ao grafite funcionou bem” em Florianópolis, contribuindo para o embelezamento de ruas centrais da capital do estado. Na gravação, o prefeito Topázio Neto (PSD), de quem Cacá declarou ser fã, divulga algumas das intervenções artísticas já produzidas a céu aberto na cidade. 

Cacá é autor de um projeto de lei (PL nº 83/2023) que trata da cessão de espaços públicos e privados em Brusque para as práticas do grafite e do muralismo. O texto foi aprovado pelo Poder Legislativo por unanimidade, em votação única, em 14 de novembro, mas ainda precisa ser sancionado pelo prefeito André Vechi (DC) para entrar em vigor.  

“É uma lei que foi proposta por mim, mas eu não estou inventando a roda. Várias outras cidades têm leis parecidas”, disse. “Nós aprovamos aqui e, nas últimas semanas, houve alguns burburinhos. O pessoal muitas vezes não consegue distinguir o que é grafite e o que é pichação. Pichação é uma coisa, grafite é outra”.

Após a transmissão do vídeo de Topázio Neto, o vereador enfatizou: “Só pra dar uma boa amostra de como um centro que era abandonado pode ser transformado com a arte. Isso tudo que mostramos são grafites, são pinturas feitas por artistas e é nisso que a gente pode incentivar Brusque também, deixando claro que qualquer desenho a ser feito em local público tem que ter autorização da Prefeitura”. 

Por fim, ele garantiu que a proposta será sancionada: “Esse projeto é sim muito bacana e vai ser sim sancionado pelo prefeito André, que já me confirmou isso. É um projeto bonito, moderno e acontece no mundo todo. Por que em Brusque não pode acontecer? Brusque não é mais uma colônia faz tempo”. 

Caso Jocimar Santos

Ao abrir seu discurso, Cacá reforçou que só se manifestará acerca da acusação que pesa sobre o vereador Jocimar Santos (DC), por suposta prática do crime de “rachadinha”, por meio de notas oficiais da Câmara ou em coletivas de imprensa. “É assim que eu vou me portar durante todo o processo que teremos pela frente, sempre falando pela instituição, afinal de contas, quando acontece algo desse tipo com algum vereador, é a Câmara toda que acaba entrando na pauta”.

Assista ao pronunciamento de Cacá Tavares na íntegra:

  

Texto: Talita Garcia/Imprensa Câmara Brusque.

Assuntos: Política

Envie seu comentário sobre esta notícia

Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios

Recomendados

WhatsApp