EJA
Alunos criam projeto A.Dot e arrecadam 400Kg de ração para ONG's
Durante as aulas foi planejado o projeto, realizada campanha de arrecadação, instalação de comedouros públicos e desenvolvido um site
por Assessoria de Imprensa Midia Press 09/05/2019 às 06:50

Promover conhecimento através de ações do cotidiano das pessoas, é um dos objetivos da Educação de Jovens e Adultos – EJA Profissionalizante, do Serviço Social da Indústria – SESI, de Brusque. Pensando nisso, os alunos da turma PE06 desenvolveram o projeto A.DOT, voltado à conscientização sobre a adoção e a não comercialização de animais. A intenção foi ajudar as instituições que abrigam animais recolhidos na rua, - no caso deste projeto, a instituição escolhida foi a ACAPRA  -, além orientar a comunidade para que ao invés de comprar um animalzinho de estimação, que adote um deles. 

O projeto foi desenvolvido em três meses e meio, durante as aulas realizadas na área de Linguagens Códigos de suas Tecnologias, ministradas pela professora Kátia Gastaldi. Neste período, os estudantes conheceram as instituições e suas necessidades e, nas aulas, planejaram como contribuir. 

No encerramento desta área de conhecimento, que aconteceu no início desta semana, os estudantes participaram de uma palestra com as representantes da ACAPRA, Daiane Pavesi e Gabriela Machado, que falaram sobre como funciona a ONG, sobre a importância da adoção consciente, quem deve adotar e os cuidados que se deve ter com o novo membro da família. 

“Tanto empresas, quanto instituições de ensino podem nos chamar para fazer este tipo de esclarecimento sobre a ONG. É importante, pois eles nos conhecem e acabam se interessando em ajudar. Vale destacar que toda a ajuda é bem-vinda, principalmente de lar temporários para os animais, que é o que mais precisamos no momento”, lembrou Daiane. 

Durante o encontro, os alunos ainda apresentaram o resultado da campanha de arrecadação de ração, realizada no período do curso e no Dia da Família da Escola, quando também aconteceu uma feirinha de adoção. Ao todo foram arrecadados 400 kg de ração dos quais foram doados às ONG’s e distribuídos nos comedouros públicos que os próprios alunos fabricaram durante as aulas. Além destas ações, os estudantes desenvolveram ainda um site, com o intuito de divulgar animais disponíveis à adoção. 

“Vimos que a participação dos estudantes foi muito significativa, pois eles sempre estiveram muito interessados em todas as atividades propostas, sem contar que o projeto teve um impacto social bastante relevante, no sentido de ajuda às ONGs e o trabalho que elas realizam”, destacou a supervisora de educação do EJA, Angela Mendes Suavi.

Para o auxiliar de refrigeração, Jeferson Roberto Stedile, que é aluno da EJA, participar do projeto foi muito interessante, pois conscientizou a todos sobre a adoção. “Eu repassei as informações que aprendi para meus familiares e amigos e eles gostaram muito da ideia. As pessoas precisam dar mais atenção a este tipo de projeto, assim ajudamos a tirar os animais das ruas”, disse ele. 

O envolvimento dos alunos e suas famílias no projeto A.DOT foi tão grande, que a casa do Liniker, aluno do EJA, por exemplo, agora tem mais um morador. “Eu estava pensando em comprar um cachorro, mas quando ouvi as histórias sobre os animais abandonados, fiquei muito comovido. Conversei com a minha família e adotamos”, disse o tintureiro, Liniker Brito De Oliveira. 

O site criado pelos alunos do EJA é o https://sites.google.com/view/conexo-animal/p%C3%A1gina-inicial.

Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios
Recomendados