SEMANA SANTA
Alunos da APAE de Brusque encenam Lava Pés e Santa Ceia em teatro de Páscoa
Apresentação foi realizada na manhã de quarta-feira, 17 de abril, por alunos do Centro de Convivência Ruth de Sá
por Assessoria de Imprensa Ideia Comunicação 18/04/2019 às 06:47 Atualizado em 18/04/2019 às 06:48

Alunos do Centro de Convivência Ruth de Sá tiveram uma manhã especial nesta quarta-feira, 17 de abril. Em clima de Páscoa, 15 usuários da APAE apresentaram uma encenação do Lava Pés e da Santa Ceia, para os demais alunos que frequentam a instituição. Momentos como a procissão de ramos, o lava pés dos apóstolos e o partir do pão foram representados com perfeição, após um mês de preparação.

De acordo com a professora de Artes, Carla Cervi, que é quem propôs o teatro aos alunos, desde que a ideia foi apresentada para a turma, eles aceitaram e se empenharam muito, em cada ensaio, para fazer uma boa apresentação. “Assistimos vídeos, estudamos como aconteceu cada cena, e o resultado foi melhor que o esperado. Outros professores e profissionais ajudaram, a montar o cenário, a providenciar o figurino, e cada aluno desempenhou o seu papel da melhor forma. Para mim é um presente de Páscoa, estou muito feliz com o resultado”, descreve a educadora.

Miria Taise Burini, de 32 anos, interpretou o papel de Jesus Cristo e garante ter sido uma grande emoção. “Ficou muito bonito né. Eu gostei muito de fazer o papel de Jesus, de lavar os pés dos apóstolos, como sinal de que ele perdoou quem tinha enganado ele. E depois reparti o pão e o vinho, assim como Ele dividiu com os amigos dele na Santa Ceia”, declara Miria.

Imagens: Ana Roberta Venturelli/ Ideia Comunicação

André Henrique Cesari, de 21 anos, também gostou bastante da experiência de contracenar com os colegas de sala. “Foi bem legal. Comemos pão e tomamos suco de uva, para fazer de conta que era vinho”, explica o aluno.

E a satisfação não foi sentida apenas por quem subiu no palco, mas principalmente, por quem assistiu ao teatro. “Eu achei muito bonito. Até chorei de emoção, porque a história de Cristo é muito tocante. O tempo de Páscoa nos faz refletir sobre muitas coisas, principalmente, o perdão”, considera Sandra Sani.

A diretora executiva da APAE Brusque, Rosecler Ceratti Foletto, destaca que a entidade quer diversificar os trabalhos que são desenvolvidos com os alunos e sempre tem buscado a opinião deles. “Muitas coisas que acontecem são fruto de propostas apresentadas e que eles escolhem fazer. Queremos que vivenciem experiências diferentes, que sejam boas para eles, para a vida, para o desenvolvimento deles, e que faça sentido. Alguns se descobrem nessas atividades e a equipe também começa a perceber o quanto mais se pode progredir na atuação junto a eles. Neste caso do teatro, eles encararam os papéis com responsabilidade e muita alegria. Estamos sempre buscando demonstrar o potencial que eles têm. O público que assistiu à apresentação ficou atento, concentrado, em silêncio e respeitou do início ao fim. E esse reconhecimento é muito bacana. Ao longo do ano, vamos ter outras oportunidades, que certamente, irão enriquecer o dia a dia dos usuários e da instituição. Estamos planejando para o segundo semestre uma mostra dos trabalhos desenvolvidos, para então trazer as famílias para conhecer e prestigiar”, observa Rose. 


Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios
Recomendados