PARCERIA
Alunos da EEB João Boos terão aulas em outros locais até conclusão da reforma
Três turmas do segundo ano terão aulas em uma unidade de ensino do município cedida pela prefeitura
por Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Guabiruba 04/08/2022 às 10:20 Atualizado em 04/08/2022 às 10:45
Imagem: Divulgação

Na manhã desta quarta-feira, 03, o prefeito Valmir Zirke, o secretário da Educação de Guabiruba, Alfred Nagel Neto, o Coordenador Regional de Educação de Brusque, Odair Bozio e a Diretora de Ensino da Secretaria de Estado da Educação (SED), Letícia Vieira, estiveram reunidos e firmaram parceria para atender os estudantes da Escola de Educação Básica João Boos.

No acordo, a Prefeitura de Guabiruba cedeu salas da Escola Vadislau Schmitt (antiga creche Tia Angélika), bairro Imigrantes, para três turmas do segundo ano diurno de ensino médio. O espaço tem a estrutura de uma unidade de ensino e foi reformado nos últimos meses, pois em 2023 a escola oferecerá a turma 7º ano. A escola Vadislau Schmitt tem refeitório e cozinha, que serão adaptados para receber os alunos. Também haverá transporte escolar garantido para o deslocamento à unidade de ensino. Esta alternativa é provisória até dezembro deste ano.

As turmas do primeiro e terceiro ano diurno do Ensino Médio continuarão com aulas na João Boos, em um dos blocos que não está em reforma e tem cinco salas. Além das aulas no período matutino, haverá ampliação para o período vespertino. Já as turmas do período noturno serão divididas entre as salas de aula disponíveis na João Boos e em outra escola da rede estadual próxima, segundo a Secretaria de Estado da Educação.

Conforme o prefeito Valmir Zirke, esta foi uma alternativa encontrada provisoriamente para os alunos da João Boos não precisarem mais utilizar as salas de aula no ginásio de esportes. “Sabemos que a Escola João Boos é compromisso do Governo do Estado, mas os alunos são guabirubenses e essa foi a maneira que encontramos para resolver a situação de forma provisória. As três salas na escola Vadislau Schmitt estão sendo preparadas e reformadas para atender os alunos do 7º ano da escola. Por conta de a reforma estar adiantada, vamos conseguir atender alguns alunos da João Boos até o final do ano”, ressalta Zirke, que apresentou a escola Vadislau Schmitt para os gestores de Educação do Estado.

Continuidade da obra

Conforme informações da Secretaria de Estado da Educação, “o processo de reforma e ampliação da escola segue em andamento. Na segunda-feira (1), a construtora responsável pela obra recebeu a segunda advertência pelo não cumprimento de alguns termos do contrato. Após isso, a empresa ampliou a equipe que trabalha no local e iniciou a colocação das estacas na área de ampliação da escola. O investimento para reforma e ampliação é de cerca de R$ 4,4 milhões.”

Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios
Recomendados