Lei Aldir Blanc
Arte urbana pode ser apreciada na Fundação Cultural
Traz cores vibrantes, rostos, fauna e flora para retratar as belezas da cultura brasileira
por Secom/ Brusque 23/02/2021 às 17:22 Atualizado em 23/02/2021 às 17:23

As paredes da sede da Fundação Cultural de Brusque ganharam mais cores e vida com o projeto “Arte de Murais para Humanizar o Concreto de Brusque”. Aprovado através da Lei Aldir Blanc, além de proporcionar momentos de contemplação, outras atividades estão inclusas na proposta. 

O painel “Diversidade de um povo II” do artista e arte educador, Evailson Inomata, traz cores vibrantes, rostos, fauna e flora para retratar as belezas da cultura brasileira. “Acho que em meio a pandemia a arte de rua vem pra transformar, ela dá vida e cor para a paisagem urbana e essa em especial retrata o povo e a natureza plural do nosso país”, comenta a diretora da Fundação Cultural de Brusque, Zane Marcos. 

Além de oportunizar essa experiência de apreciação, o projeto ainda prevê oficinas de desenho e pintura de murais para artistas e arte educadores. Ainda, a Fundação Cultural conta com mais duas obras em sua sede, o "Sopro de Vida" do artistas Lucas Nowalls e o "Povo de Dentro", de Douglas Leoni.

Assuntos: Comunidade
Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios
Recomendados