ALEGRIA
Assistência Domiciliar passa a usar a musicoterapia nas visitas domiciliares
As primeiras visitas foram realizadas nos bairros Dom Joaquim e Souza Cruz
por Secom - Prefeitura de Brusque 03/08/2022 às 11:59
Imagem: Divulgação

A Secretaria de Saúde, por meio do serviço de Assistência Domiciliar, iniciou na terça-feira (02), o uso da musicoterapia em suas visitas domiciliares. A ideia surgiu dos próprios servidores, ganhou forma e foi realizada.

De acordo com a fonoaudióloga da equipe, Kellyn Pedroso, o objetivo é trazer socialização. “Por meio da música levamos alegria, conforto, melhora no vínculo com a equipe, humor, concentração, memória, enfim muitos outros benefícios que a musicoterapia pode estimular”. 

Kellyn explica que o projeto será desenvolvido duas vezes ao mês com pacientes que estão inclusos no programa e que apresentam um quadro clínico estável. 

Primeiras visitas

A primeira visita foi no bairro Dom Joaquim, na casa de Arides dos Santos Coelho, 95 anos. Ele vive com a família, com a filha Ivonete Aparecida dos Santos Coelho e o genro, Eires Rodrigues Madruga. O momento foi de emoção e alegria, com músicas como Adeus Mariana, Oração pela Família, Tocando em Frente, entre outras no repertório, fizeram com que os servidores e o paciente soltassem a voz e muitos sorrisos. 

Para o genro, Eires, o projeto é muito bem-vindo. “Parabenizo a equipe pela iniciativa, foi muito boa a presença. Um dia antes ele já estava ansioso pela cantoria. Quando vem gente de fora ele fica feliz, então eu acho que é muito importante a realização desse projeto, é um lindo trabalho”. 

A outra visita foi no bairro Souza Cruz, na residência de José do Carmo, 88 anos, e da sua esposa, Dulcineia de Oliveira. O movimento chamou a atenção de vizinhos que também participaram do momento. Músicas religiosas fizeram parte do repertório. E no final, José, que já atuou como pastor, realizou uma oração de agradecimento à equipe pela presença. 

Participaram nessa primeira visita, a nutricionista Vanessa, o enfermeiro Franco, a fisioterapeuta Carmen, a técnica de enfermagem, Franciele e a fonoaudióloga, Kellyn.

Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios
Recomendados