BRASILEIRO SÉRIE B
Brusque e Coritiba ficam no empate sem gols no Gigantinho
Times fazem duelo movimentado, mas zero permanece no placar
por ESPORTESC.COM 03/08/2021 às 21:28
Foto: Lucas Gabriel Cardoso/BFC

Num jogo de puro equilíbrio, o Brusque ficou no empate sem gols com o vice-líder Coritiba. A partida disputada na noite desta terça-feira (3) no Gigantinho foi válida pela quarta rodada da Série B do Brasileiro, em jogo adiado anteriormente.

Com o resultado, o Bruscão se manteve na sexta colocação, agora com 24 pontos. Já o alviverde segue na vice-liderança, com 29, um ponto atrás do líder Náutico.

Os times voltam a jogar no sábado (7). O Brusque recebe o Cruzeiro no Augusto Bauer. Já o Coritiba tem confronto direto pelo G4 com o Goiás, no estádio Couto Pereira, em Curitiba.

O jogo

Com Zé Matheus na lateral-direita e a entrada de Fillipi Souto no meio, o Brusque também contou com o retorno do Imperador Edu para a partida com o Coxa.

Bem organizado e jogando com intensidade, a equipe começou o jogo melhor que o Coritiba. Logo nos primeiros segundos, Thiago Alagoano recebeu de Edu, mas não conseguiu desviar.

Depois, Alagoano deu passe de letra para Garcez que invadiu a área e obrigou Wilson a fazer grande defesa. Ainda antes dos 10, Edu finalizou, a bola desviou e foi para fora.

Depois dos 15, o Brusque seguiu melhor, mas as chances de gol passaram a ficar escassas. O Coritiba, por sua vez, até equilibrou mais o jogo, mas sequer passou perto de assustar o goleiro Zé Carlos na primeira etapa.

Etapa final

Os times voltaram sem alterações na etapa final. Mas a postura do Coritiba foi outra. O alviverde saiu ao ataque e passou a rondar cada vez mais a área do Brusque.

Apesar disso, as melhores oportunidades seguiam com o Marreco. Edu perdeu uma chance incrível aos 12 minutos. O camisa 9 tirou da marcação, mas finalizou fraco. Wilson salvou com os pés. Aos 15, um lance incrível. Edu tentou uma bicicleta, a bola foi sem direção, mas virou uma assistência para Garcez. O jogador tirou do goleiro, mas não conseguiu o domínio e saiu com bola e tudo.

Depois dos 15 minutos, os dois times mexeram bastante. Mas as alterações não surtiram muito efeito no Bruscão, entre elas a entrada de Bruno Alves no lugar de Diego Mathias, e depois de Vivico na vaga de Rodolfo Potiguar.

Aos poucos, o Brusque foi perdendo o meio e o Coxa crescendo. Apesar disso, a equipe paranaense tinha muitas dificuldades na finalização e não conseguiu balançar o placar. No fim, o Brusque ainda reclamou muito de um lance que poderia ter mudado a partida. Aos 41, Alex Ruan balançou as redes, mas a arbitragem anotou impedimento, em lance muito contestado pelos brusquenses.

Assuntos: Esporte
Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios
Recomendados