Legislativo
Câmara de Brusque rejeita projeto de redução do número de vereadores
Foram 8 votos favoráveis a rejeição e 7 contrários ao projeto de emenda à Lei Orgânica do município que propõe a redução do número de vereadores de 15 para 11
por Departamento de Jornalismo - Rádio Araguaia 15/05/2019 às 14:14 Atualizado em 15/05/2019 às 14:34

A Câmara de Vereadores de Brusque rejeitou nesta terça-feira (14), em primeira discussão e votação, o projeto de emenda à Lei Orgânica do município que propõe a redução do número de vereadores de 15 para 11. O projeto foi reprovado por 8 votos a 7. O projeto de autoria dos vereadores Nilson Pereira, (já falecido), Ivan Martins e Joaquim da Costa, o Manico, entrou no ano de 2017 na casa e teve sua discussão e votação adiada por inúmeras vezes. Na noite de ontem, após discussões os vereadores votaram pela rejeição. Para Ivan Martins, com 10 ou 15 vereadores o trabalho da câmara é o mesmo e se precisar, tendo em vista o aumento de serviço, podem ser feitas duas sessões por semana.

Ele destaca ainda a economia que a redução acrescentaria ao município, cerca de R$ 400 a R$ 500 mil, que segundo Ivan poderiam ser utilizados na área da saúde, que é prioridade. Mas afirmou que respeita a decisão dos colegas vereadores que não aceitaram o projeto.

Um dos contrários a redução, foi o vereador Marcos Deichmann. Para ele, o projeto foi muito bem debatido. Marcos afirmou que o município de Brusque e sua população não merece perder sua representatividade. O vereador falou ainda que a população perderia com a redução do numero de vereadores, por isso votou contrário.

Deichmann acredita que existem outras formas de gerar economia dentro do legislativo, como exemplo a redução de salários de vereadores, da qual é favorável.

O presidente da casa, vereador José Zancanaro, que votou favorável a redução do número de vereadores e usou a tribuna para justificar sua posição, disse que já foi vereador em diversas legislaturas e por isso tem experiência com o número reduzido de vereadores. Segundo ele, pela reforma eleitoral os partidos não podem mais fazer coligação na proporcional, tendo em vista essa nova legislação, é salutar a diminuição de cadeiras na câmara. Ele destacou ainda que fez uma consulta pública em vários pontos da cidade para saber a opinião da população e para sua surpresa, a posição da população é unânime pela redução do número de vereadores.

Por sua vez, a vereadora, Ana Helena Boss, única mulher no legislativo brusquense, ressaltou sua posição pela rejeição do projeto, levando em conta a representatividade feminina na câmara. Para ela, o número de mulheres nas eleições iria cair caso o projeto fosse aprovado. Segundo Ana, as vagas para mulheres seriam ainda mais reduzidas nos partidos, por isso foi contrária a aprovação.

Líder da oposição na Câmara, o vereador Sebastião Isfer de Lima, o Dr Lima, disse que sua posição não foi uma indecisão, pois ele se preocupa com que a democracia seja assegurada. Para ele, a questão da representatividade aumenta pela qualidade das pessoas escolhidas para serem vereadores. Dr Lima citou ainda o desrespeito com o dinheiro público e disse que ser vereador virou um emprego para muitas pessoas. Ele não acredita que a possível representatividade do maior número de vereadores seja refletiva na qualidade do que é servido para a população.

Os vereadores Celso Emydio dos Santos, Ana Helena Boos, Claudemir Duarte, o Tuta, Marcos Deichmann, Gerson Morelli, o Keka, Alessandro Simas, Cleiton Bittelbrunn e Leonardo Schmitz votaram contra a redução.

Já os vereadores Ivan Martins, Jean Pirola, José Zancanaro, Joaquim Costa, o Manico, André Rezini, Sebastião Isfer de Lima, O Dr lima Paulo Sestrem votaram favoráveis a redução do número de vereadores.

Outros temas foram debatidos pelos vereadores que marcaram uma nova sessão para a próxima terça-feira, às 17 horas. 

Assuntos: Política
Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios
Recomendados