PARÓQUIA

Carreata e missa pelos enfermos marcam encerramento da festa da comunidade

NOSSA SRA. DE LOURDES: Celebração, que teve procissão e adoração ao Santíssimo, foi marcada por muita fé e emoção
por Assessoria de Imprensa - Ideia Comunicação 12/02/2024 às 05:15
Imagens: Bárbara Sales/Ideia Comunicação

A festa em honra à Nossa Senhora de Lourdes encerrou neste domingo, 11 de fevereiro, em Brusque, com uma carreata seguida de missa na igreja matriz São Luís Gonzaga pelo Dia Mundial dos Enfermos, celebrado também neste domingo.

A tradicional carreata com a imagem de Nossa Senhora pelas ruas do bairro São Pedro, neste ano, se estendeu para o Centro da cidade, para a celebração da missa na igreja matriz, já que a padroeira da comunidade também é a protetora dos enfermos. "A festa de Nossa Senhora de Lourdes, que na comunidade começou na quarta-feira com o tríduo, agora é concluída aqui na igreja matriz nesse espírito de paróquia. A carreata é uma expressão pública de fé, em que nós anunciamos que a nossa mãe celestial é intercessora de cada um e, por onde passa, deixa seu carinho materno", destaca o pároco da Paróquia São Luís Gonzaga, padre Diomar Romaniv.

Na chegada à igreja matriz, os carros participantes da carreata receberam a bênção. Aos poucos, os fiéis chegaram para participar da missa especial, que ao final, contou com a procissão e adoração ao Santíssimo Sacramento, como é tradição no Santuário de Lourdes, na França. O momento foi marcado por muita fé e emoção dos fiéis, que ao se aproximarem e tocarem o Santíssimo, pediam proteção e a cura. "A celebração do Dia Mundial dos Enfermos é importante na vida da Igreja e como o dia 11 de fevereiro esse ano caiu em um domingo, celebramos com toda solenidade em comunhão com a Igreja. Aqui fizemos nossa prece pelos enfermos, a nossa oração e intercessão para aqueles que sofrem, pelos que aqui vem rezar na igreja, mas também por aqueles que não podem, igualmente pelos cuidadores, profissionais da saúde e aqueles que doam sua vida em prol de quem está enfermo", ressalta o padre.

Fé como remédio e conforto

Moradora do bairro São Pedro, Luciana Sbaderlati Bertolini levou a filha Gabriele, de 22 anos, para participar da missa especial pelos doentes. A jovem tem uma má formação genética e, desde criança, participa com a família das missas. "Nossa Senhora de Lourdes é muito importante em minha vida e não poderia deixar de trazer a minha filha aqui hoje para essa missa dos enfermos. Ela ama estar na igreja e na fé buscamos nosso conforto nas dificuldades", diz a mãe.

Quem também participou da missa pelos doentes foi Alaíde Pereira, do bairro Jardim Maluche. Ela tem uma longa história com a Paróquia e ao longo da vida, participou de vários movimentos da igreja, como Apostolado da Oração, Cursilho e Renovação Carismática. Muito devota de Nossa Senhora, ela busca na fé o conforto e a esperança da cura do diagnóstico de acidente vascular medular, a qual convive há 14 anos. "Venho aqui em busca da cura. Minha situação para a medicina é considerada incurável, até desconhecida, não existe medicação, cirurgia, nada. Me apego com Deus e, principalmente, com Nossa Senhora. Ela tem sido minha auxiliadora em todos os momentos".  

Festa na comunidade

A igreja do bairro São Pedro ficou lotada na noite de sábado, 10 de fevereiro, para a missa em honra à Nossa Senhora de Lourdes, padroeira da comunidade. A festividade, que abriu o calendário de eventos da Paróquia São Luís Gonzaga, iniciou na quarta-feira, 7, com o tríduo preparatório, e encerrou no domingo, 11.

Celebrada pelo pároco da Paróquia São Luís Gonzaga, a missa especial contou com a presença dos festeiros e com a procissão e também a adoração ao Santíssimo Sacramento, como é tradição no Santuário de Lourdes, na França. Pouco antes de finalizar a celebração, as luzes da capela foram apagadas, dando espaço para a luz das velas, que cada fiel recebeu na chegada à missa. Assim, o Santíssimo também percorreu os corredores da igreja da comunidade, acompanhado pelas crianças, em um momento marcado por muita fé e emoção. 

"Um dos grandes momentos vividos em cada comunidade da nossa paróquia são as festas dos padroeiros, em que nós conseguimos conjugar a espiritualidade com o tríduo, com as celebrações como a desta noite na festa, e que aqui se estende até este domingo, que é o dia de Nossa Senhora de Lourdes. Também conjugamos a fraternidade, em que as pessoas vêm confraternizar, partilhar a vida, se alimentar, e ajudar a comunidade nas manutenções", destaca padre Diomar.

Confraternização

Após a celebração, os fiéis se reuniram no salão da igreja para aproveitar a gastronomia da festa, que teve churrasco, pastel, cachorro-quente e bolos, além de se divertirem com a tradicional roda da fortuna e animação musical da dupla Valmir e Volnei.

O coordenador da comunidade, Johnni Vander Possamai, destaca a união de esforços que resultou na programação em homenagem à padroeira. “Não fazemos nada sozinhos. Cada um tem uma importante contribuição para que tudo aconteça da melhor forma. Só temos que agradecer a todos que de alguma forma colaboraram”, ressaltou. 

Neste ano, a festa da comunidade Nossa Senhora de Lourdes teve como objetivo arrecadar recursos para a reforma do telhado da igreja, que está comprometido. Por isso, como de costume, toda a comunidade se engajou para realizar o evento, que atraiu pessoas de toda a cidade para prestigiar a festa e também rezar e pedir graças à padroeira.


Envie seu comentário sobre esta notícia

Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios

Recomendados

WhatsApp