FATURA DE ENERGIA
Contribuição para Custeio do Serviço de Iluminação Pública (COSIP) difere por faixas e consumo do cliente
Secretaria Municipal de Obras explica que cobrança é proporcional ao consumo; De acordo com responsável pelo setor, tarifa não teve aumento nos últimos dias
por Departamento de Jornalismo - Rádio Araguaia 07/02/2019 às 08:14

Vários consumidores de Brusque iniciaram o ano com um aumento acima do previsto na fatura de energia elétrica. Porém, o aumento da conta de energia fez com que muitos deles notasse que a Contribuição para Custeio do Serviço de Iluminação Pública (COSIP) também subisse.

A reportagem da Araguaia buscou os motivos que levaram a elevação do valor na conta de alguns consumidores. Conforme o engenheiro eletricista da Secretaria Municipal de Obras de Brusque, Carlos Henrique Beuting, responsável pela taxa, a tarifa não teve aumento nos últimos dias. 

Porém, o que ocorre é que a cobrança da taxa é feita conforme o consumo. Tendo em vista que vários consumidores tiveram aumento de consumo por conta do calor  dos últimos meses, o valor da Cosip também aumentou. Segundo ele, a contribuição é feita por faixas de consumo e é dividida em residencial, comercial, industrial ou pública. Por isso, os valores variam de acordo com a classe consumidora:


Ainda segundo o engenheiro eletricista, se o consumo chegar a ultrapassar essas faixas passará para um novo estágio, aumentando a contribuição. Ele destaca que os consumidores que tenham dúvidas sobre o pagamento da Cosip podem procurar pela Secretaria Municipal de Obras e terem mais explicações:


Ele também ressaltou que é importante que os consumidores entendam que a contribuição é feita para a manutenção e uso da iluminação pública de todo o município:

A Secretaria Municipal de Obras de Brusque está à disposição para sanar dúvidas e atender a pedidos ligados à iluminação pública. Reclamações, explicações e solicitações de serviço podem ser feitas através dos telefones 3351-1513 ou 3351-1560. Também pode-se procurar diretamente a secretaria. 

Assuntos: Economia
Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios
Recomendados