Competição Nacional
Cotado para participar da Liga Nacional, Brusque FC ainda não recebeu convite oficial
Iniciativa de times da Série A visa tirar o poder de gestão da CBF sobre os clubes
por Esportesc.com 16/06/2021 às 17:48
Divulgação

Cotado como um dos integrantes para criação da Liga Brasileira, o Brusque FC ainda não recebeu nenhum comunicado oficial para participar da iniciativa de times da Série A que visa tirar o poder de gestão da CBF sobre os clubes.

Conforme anúncio das equipes da elite do Brasileirão, clubes da primeira e segunda divisão devem formar uma liga independente, entre várias outras reivindicações, que tiram poder da entidade máxima do futebol brasileiro (saiba mais abaixo).

O presidente do Marreco, Danilo Rezini, destaca que ainda não está por dentro dos procedimentos sobre a criação da nova competição, mas que o clube já providencia uma reunião com a Associação Nacional de Clubes para conhecer a proposta da Liga Nacional.

“Fiquei sabendo ontem (terça-feira, 15) à noite sobre a competição e ainda não tomei ciência dela. Estamos organizando uma reunião com a Associação Nacional de Clubes para ver quais são as principais diretrizes”, ressalta Rezini.

Além disso, o presidente comenta que para o clube tomar uma posição precisa conhecer o formato do campeonato e se ele será benéfico para a equipe. Em contrapartida, o mandatário do Bruscão destaca que, se for para o melhor do futebol, o Quadricolor está de acordo.

“Precisamos nos inteirar sobre a realidade dessa liga para depois opinarmos. Creio que se é para melhorar o futebol, efetivamente o Brusque será favorável, mas primeiro precisamos saber o conteúdo dessa liga”, complementa Rezini.

Entenda a competição

Dezenove clubes da Série A assinaram na última terça-feira (15), no Rio de Janeiro, um documento em que concordam em fundar uma Liga para organizar o Campeonato Brasileiro, que hoje é um produto da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O documento foi entregue para a direção da CBF numa reunião realizada na mesma tarde, na sede da entidade. A intenção é organizar o torneio já a partir do ano que vem.

Entre os clubes que disputam a Série A deste ano, o único que não assinou o documento foi o Sport Recife, que está sem presidente porque Milton Bivar renunciou na terça-feira e uma nova eleição ainda não foi marcada. Em nota, o clube informou ser favorável à liga e acrescentou que “oficializará a adesão o mais breve possível”.

Um dos objetivos principais com a criação da Liga é organizar melhor o Brasileirão. A ideia inicial é fazer o campeonato durar o ano inteiro, com redução dos estaduais, mas no calendário brasileiro, entre fevereiro e dezembro.

O documento

Conforme o documento assinado pelos clubes, as equipes da Série B também serão convidados. No acordo, os dirigentes também pedem equiparação nos votos na eleição da CBF, entre outras ações.


Assuntos: Esporte
Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios
Recomendados