Programa Amamenta Brusque
Doação de leite humano diminui nos períodos de férias
Todo o produto recebido pelo posto de coleta de Brusque é encaminhado ao Banco de Leite de Blumenau, que faz os devidos distribuição
por Secom/Prefeitura de Brusque 15/01/2020 às 15:00 Atualizado em 15/01/2020 às 15:01

O Programa Amamenta Brusque, idealizado pela Secretaria de Saúde, está realizando campanha para incentivar a doação de leite humano nos meses de férias, em especial janeiro e fevereiro. Nesta época, historicamente, há uma diminuição do volume por conta das mudanças de rotina das mães. A coordenadora do programa, enfermeira Sheila Neves, informa que todo o produto recebido pelo posto de coleta de Brusque é encaminhado ao Banco de Leite de Blumenau, que faz os devidos distribuição, principalmente para bebês que nascem prematuros e precisam desse alimento para sua sobrevivência. 

“Temos um trabalho de campo, onde todos os dias uma equipe visita o Hospital de Azambuja, orientando as mães sobre a importância da amamentação até, pelo menos, os seis meses de vida. Também incentivamos a doação desse alimento em caso excedente, passando todas dicas necessárias desde a retirada, conservação e entrega” ressalta a coordenadora.

Em 2019, mais de 160 litros foram coletados em Brusque e encaminhados ao banco de leite, que faz a pasteurização antes de repassar para as Unidades de Tratamento Intensivos (UTI) e outros destinos com recomendação médica. 

Na sede do Amamenta Brusque, que fica no segundo andar da Policlínica Central – defronte ao terminal urbano – as mães também podem receber orientações sobre  amamentação, além de sanar todas as dúvidas deste importante período de desenvolvimento do bebê e a criação do vínculo materno. “Temos uma equipe altamente treinada e qualificada, que dá todo o suporte, principalmente para as mães de primeira viagem”, enfatiza Sheila Neves. Dúvidas podem ser esclarecidas no telefone (47) 3255 6800. 

Exemplo de doadora

Marina Beuting Campos, moradora do bairro São Luiz, deu a luz a pequena Ana Beatriz e logo nas primeiras semanas percebeu que tinha leite de sobra. Orientada, procurou o programa da Secretaria de Saúde e logo tornou-se uma das principais doadoras do momento. Segundo os registros já contribuiu com mais de 40 litros nos últimos seis meses. 

A mãe já havia sido alimentada com leite materno até os dois anos idade e sempre recebeu o incentivo da família para a doação. “Sem romantizar o assunto, digo que é bastante cansativo, especialmente nas primeiras semanas, é impossível planejar o dia. Muitas vezes me vi presa em função da amamentação. Acordar durante a noite ou interromper quaisquer atividades no momento da fome é exaustivo, mas recompensado pelo sorriso e os olhares de amor da minha pequena durante cada mamada, mesmo quando eu mal conseguia manter meus olhos abertos”, diz lembrando dos primeiros dias após o nascimento do bebê. 

Hoje, com orientação, utiliza uma bomba de extração, guardando o leite nos recipientes especialmente separados a este fim. Semanalmente a equipe do Amamenta Brusque faz o recolhimento e o encaminhamento para Blumenau. “Sei que esta atitude contribui em muito para os bebês com necessidades, especialmente os prematuros. Com isso, tenho orgulho, ao lado da Ana Beatriz, de contribuir com o próximo”, diz a mãe.

Foto: Doadora Marina, com sua filha, Ana Beatriz

Assuntos: Saúde
Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios
Recomendados