BALANÇO
Fesporte contempla mais de 270 mil atletas e continua sendo referência para o Brasil
Em 2018, a totalidade dos 273.715 de participantes dos eventos da Fesporte representou um acréscimo de 19,4% em relação a 2017. O investimento, neste ano, foi de R$ 10,1 milhões
por Secom / Governo de SC 19/12/2018 às 11:24

Criada em 1993 por meio da Lei 9.131, a Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte) completou 25 anos de fundação. Desde a sua criação mais de 10 milhões de atletas passaram por seus eventos esportivos, cujo calendário é composto por 10 programas, que somados em todas as suas fases correspondem a 259 eventos esportivos. Em 2018, os eventos da Fesporte tiveram a participação de 273.715 atletas com idade a partir de 12 anos.

A gestão esportiva promovida pela Fesporte está dividida em três setores: esporte de rendimento, de participação e de base e inclusão (escolar). Essas áreas realizam 10 programas esportivos, cuja maioria tem em sua formatação três etapas: microrregional, seletiva e estadual, atingindo um total de 259 eventos diretamente promovidos pelo Governo do Estado.

No leque dos eventos de rendimento a Fesporte realizou Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) e Joguinhos Abertos de Santa Catarina totalizando 23.383 participantes.

Já no campo dos eventos escolares foram realizados os Jogos Escolares de Santa Catarina de 12 a 14 anos (Jesc 12-14), Jogos Escolares de Santa Catarina de 15 a 17 anos (Jesc 15-17), Festival Escolar Dança Catarina, Campeonato Catarinense Escolar de Futebol (Moleque Bom de Bola), Jogos Escolares Paradesportivos de Santa Catarina (Parajesc) e Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) com um total de 241.722 participantes.

Nos eventos de participação, foram realizados os Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti) e Jogos Abertos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc) totalizando 8.610 participantes.

Em 2018, a totalidade dos 273.715 de participantes dos eventos da Fesporte representou um acréscimo de 19,4% em relação a 2017. O investimento, neste ano, foi de R$ 10,1 milhões, um crescimento de 4,56% em comparação ao de 2017. O custo foi de R$ 37,03 por atleta participante.

Referência

Por seus eventos esportivos e por sua política de abrangência a Fesporte e Santa Catarina são consideradas referências para o Comitê Olímpico do Brasil (COB) e Comitê Paralímpico Brasileiro(CPB) e figuram entre as grandes instituições públicas do Brasil, ficando entre gigantes como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná. Só nos últimos três anos os atletas catarinenses, gerenciados pela Fesporte, conquistaram 140 medalhas nos Jogos Escolares da Juventude (JEJ).

Para a presidente da Fesporte, Natália Lúcia Petry, os eventos esportivos da instituição têm um impacto bastante positivo na sociedade catarinense, pois promove a vivência de valores necessários para o convívio em sociedade como a tolerância, a inclusão, o respeito, a disciplina e a perseverança na busca de objetivos.

“O esporte é uma atividade abrangente, visto que engloba diversas áreas importantes para a humanidade, como saúde, educação, turismo, segurança, entre outros. O esporte é uma ferramenta de transformação social, sobretudo aos jovens. Por isso, presidir uma instituição que há 25 anos fomenta o esporte catarinense é motivo de muita satisfação. A Fesporte já faz parte da cultura esportiva de SC. Ao longo dos anos, por meio dos seus eventos, vêm revelando talentos esportivos para o Brasil”.

Em 2018, ao fazer uma análise da estrutura esportiva de Santa Catarina, gerenciada pela Fesporte, o presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro, o bicampeão paralímpico  do futebol de 5 para cegos Mizael Conrado, disse que Santa Catarina é um dos Estados com o melhor trabalho de inclusão do Brasil, sobretudo com as crianças na atividade física.  “Foi o Estado que primeiro criou uma competição estadual, os Parajasc, que é muito importante. Os Parajaps, no Paraná, certamente foram estimulados pelos Parajasc. Temos grandes trabalhos paradesportivos em todo o Estado de SC”, destacou.

O ex-judoca Rogério Sampaio, medalha de ouro nas Olimpíadas de Barcelona 92 e diretor-geral do COB destaca que Santa Catarina é muito ativo nos eventos realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil, movimentando sua juventude em prol dos benefícios da prática esportiva. “Agradeço o empenho de toda a Fesporte no trabalho desenvolvido em prol da evolução esportiva em todo estado”, destaca Sampaio.

Rogério Sampaio lembra que em setembro o COB realizou uma etapa regional dos Jogos Escolares em Joinville. “Este evento contribuiu para a disseminação dos valores e ideais olímpicos não só para o estado como para toda a Região Sul do país”.

Assuntos: Esporte
Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios
Recomendados