FIQUE ATENTO!
Golpistas deixam vítimas no prejuízo em Blumenau
Falsos intermediadores repassaram contas de terceiros para o pagamento de valores
por COPOM/Blumenau 23/06/2022 às 09:23

A Polícia Militar de Blumenau recebeu duas denúncias de estelionato nesta quarta-feira (22/6). O primeiro caso foi registrado por volta das 17h48min na Rua Almirante Barroso.  Ao chegar no local, a guarnição conversou com as partes envolvidas. 

O vendedor, um homem de 28 anos, informou ter anunciado a venda de seu carro e que um cidadão se identificou como B. (nome fictício), entrando em contato por um telefone de código DDD 48.

Este alegou que estaria devendo uma quantia em dinheiro para a pessoa interessada na compra do seu veículo e que lhe repassaria como forma de pagamento. Ele negociou que iria fazer uma transferência bancária para sua conta.  Porém, como o pagamento Pix não caiu, ele não transferiu o automóvel. 

O  comprador, um jovem de 26 anos, relatou que viu o anúncio de um veículo VW Gol 1.6, ano 2011 no valor de R$ 20.000,00. Ao ver o veículo pessoalmente  decidiu realizar a compra. Então, em conversa com um homem que se identificou como B. (nome fictício), informou ser parente do dono do automóvel e que intermediaria a negociação. 

A vítima realizou a transferência via Pix no valor de R$ 5.000,00 referente ao sinal para fechar a negociação. O pagamento eletrônico foi feito para a conta e CPF em nome de um terceiro que não era o verdadeiro vendedor, sendo possivelmente a do golpista. 

Diante da situação, como o estelionatário não estava presente, foi confeccionado o boletim de ocorrência e orientado as partes. 

ESTELIONATO (2)

Mais tarde, por volta das 18h49min, os policiais se deslocaram até a Rua Benjamin Constante, Vila Nova (Blumenau).  Ao chegar no local, a guarnição  conversou com a vítima, um homem de 40 anos de idade.

Ele relatou que gostaria de comprar um carro e que achou um veículo por R$15.000,00, anunciado em uma rede social. Ele foi verificar com o proprietário, porém, quem fez a intermediação foi um homem com iniciais J.P. ( nome fictício). 

A vítima fez os pagamentos via pix no valor R$13.900,00  para uma conta e CPF que não pertencia ao verdadeiro dono do veículo, porém, o golpista informou que a conta seria de sua prima. 

Conversado também com o proprietário do automóvel, um jovem de 29 anos, relatou que estava vendendo um carro por R$ 24.700,00 e que uma pessoa se identificando como J.P. (falsário), falou que tinha achado um comprador e que iria mandar ele olhar o carro. 

Então, o proprietário vendedor fez o comunicado de venda para, posteriormente, receber o dinheiro. Porém, não foi depositado porque o comprador acabou sendo enganado fazendo um PiX para outra pessoa, provavelmente, na conta do falsário que estava mediando a negociação e não estava presente.

O mesmo marcou o encontro entre o vendedor e o comprador via telefone, momento que chegaram ao ponto indicado e descobriram que haviam caído em um golpe. Diante da situação o boletim de ocorrência foi confeccionado e as partes orientadas. 

Assuntos: Segurança
Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios
Recomendados