Meio ambiente
Governo de Brusque quer fechar o cerco contra o descarte irregular de resíduos no Itajaí Mirim
Reunião do Conselho Municipal do Meio Ambiente contou com participação do IMA SC e da Polícia Militar Ambiental
por Redação 04/12/2018 às 17:39

O Conselho Municipal do Meio Ambiente (CMMA) realizou, nesta segunda-feira (3), mais uma de suas reuniões ordinárias no Salão Nobre da Prefeitura de Brusque. Presidido pelo superintendente da Fundação Municipal do Meio Ambiente (Fundema), Cristiano Olinger, o encontro contou com a participação de representantes do Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA SC) e, também, da Polícia Militar Ambiental.

Conforme Olinger, o objetivo da reunião com a presença dos órgãos estaduais foi começar a planejar uma parceria com a Prefeitura de Brusque, visando fechar o cerco contra empresas, sobretudo as do ramo têxtil, que façam descartes irregulares de resíduos no rio Itajaí Mirim. 

“Queremos juntar forças. Sabemos desse problema grave. A grande parte do empresariado tem tratamento de água, está em dia com o licenciamento ambiental. Mas existe uma pequena parcela que faz da forma errada. Eles estão com problemas em suas operações e acabam denegrindo toda a imagem da classe empreendedora. Temos que fazer uma fiscalização mais forte para que esses infratores sejam punidos”, ressalta.

Uma das ideias sugeridas é criar, já em 2019, um cronograma de operações conjuntas entre os três órgãos. Criar e propor às empresas um método de monitoramento online do descarte de resíduos também foi hipótese discutida durante o encontro. “As empresas que aderirem e estiverem em dia poderão receber, inclusive, um selo verde, mostrando que estão comprometidas com a sustentabilidade do meio ambiente”, finaliza Cristiano.

Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios
Recomendados