GERAL
Havan Festival: sucesso de público e 2ª edição em 2022
O evento marcou a retomada dos grandes festivais após a pandemia
por Assessoria de Imprensa HAVAN 27/12/2021 às 17:00
Divulgação

O Havan Festival escreveu um importante capítulo na história de entretenimento de Santa Catarina, ontem, 26 de dezembro, em Camboriú. O evento marcou a retomada dos grandes festivais após a pandemia. A 2ª edição do evento está confirmada em 2022, numa realização da Havan e da GDO Produções. 

Foram cerca de 12 horas de muita música, diversão e alegria com apresentações de Marcos e Belutti, Dilsinho, Douglas e Vinícius, Luan Santana e Maiara e Maraisa. “Ficamos muito felizes em ver esse evento se tornando realidade. Depois de tanto tempo, é gratificante ver a alegria do público, dos artistas e também das pessoas que trabalham neste segmento. Tivemos aqui mais de 1 mil pessoas envolvidas na produção e realização, são milhares de família que foram afetadas e que, finalmente, podem deixar o fantasma do desemprego para trás”, enfatizou o dono da Havan, Luciano Hang.

Os shows

A primeira dupla a se apresentar foi Marcos e Belutti. Além dos seus sucessos, eles fizeram o público vibrar com clássicos modões sertanejos. Na sequência, Dilsinho fez um show que mesclou suas canções e pagodes que atravessam gerações. Por diversas vezes, falou do momento de retomado e da alegria de estar de volta aos palcos de um festival. 

Douglas e Vinícius destacaram a emoção de se apresentar para um grande público. A dupla está em ascensão e disseram que participar do Havan Festival foi uma experiência que marcou a carreira deles. Já Luan Santana fez um show cheio de emoção, ele rezou no palco, cantou a música “Aleluia” e pediu proteção para todos neste novo momento e também para o ano que logo inicia. 

A última apresentação foi das irmãs, Maiara e Maraisa, que fizeram uma linda homenagem para Marília Mendonça. Um momento bastante aguardado pelo público, que mesmo passando das 4 horas da madrugada, permaneceu até a última canção para reverenciar a Rainha da Sofrência, que embora tenha partido prematuramente, deixou um legado imortal para a música brasileira. Infelizmente, o show da dupla Zé Neto e Cristiano não aconteceu, em razão de complicações no tratamento que o cantor Zé Neto vem fazendo para problemas que acometem os seus pulmões.

Assuntos: Eventos
Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios
Recomendados