AVALIAÇÃO
Indicadores do MEC confirmam qualidade dos cursos da UNIFEBE
Três cursos da instituição brusquense obtiveram Conceito 4 e três Conceito 3
por Assessoria de Imprensa Unifebe 19/12/2018 às 11:21

Os cursos de graduação do Centro Universitário de Brusque (UNIFEBE) apresentaram evolução do Índice Geral de Cursos (IGC), o que comprova a qualidade do ensino da Instituição. A UNIFEBE obteve índice 3 (2,7072) — numa escala de 1 a 5. O resultado foi divulgado nesta terça-feira, 18, pelo Ministério da Educação (MEC) e pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). 

Foram avaliados no ano de 2017 os cursos de Arquitetura e Urbanismo, Educação Física – Licenciatura, Engenharia Civil, Engenharia de Produção, Pedagogia e Sistemas de Informação. Os resultados comprovam o bom desempenho que os cursos tiveram nas Avaliações Externas in loco que vivenciaram no mesmo período. 

Três cursos obtiveram Conceito 4 – Arquitetura e Urbanismo (2,9546), Educação Física – Licenciatura (2,9684) e Pedagogia (3,0774) – e três cursos Conceito 3 – Engenharia Civil (2,6248), Engenharia de Produção (2,4926) e Sistemas de Informação (2,6433).

O assessor de Desenvolvimento da UNIFEBE, Robson Zunino, explica que o IGC corresponde ao Ciclo Avaliativo de 2015 a 2017 e o Conceito Preliminar de Curso (CPC) refere-se aos cursos que fizeram o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE) em 2017.

O IGC é obtido a partir da média ponderada, pelo número total de alunos de cada curso de graduação, dos CPCs do último triênio. A UNIFEBE obteve IGC 3 (2,7072), que é composto pelos CPCs dos 15 cursos que participaram do ENADE no triênio 2015-2017. Em 2015 o índice foi de 3 (2,5926); 2016: 3 (2,5960) e em 2017: 3 (2,7072). 

— Considerando os IGCs contínuos dos anos anteriores pode-se observar que a UNIFEBE obteve um aumento significativo nesse indicador. Ao longo do último triênio foram realizadas profundas mudanças na organização didático-pedagógica, corpo docente e infraestrutura do ensino de graduação. Assim, esse resultado é reflexo de todas as ações que a Instituição tem empreendido, com foco na melhoria contínua da qualidade de seus cursos — ressalta Zunino. 

Saiba mais

O MEC apresenta o CPC e o IGC de duas maneiras, o “Conceito Faixa”, onde por meio de arredondamento matemático é atribuído uma nota em uma escala de 1 a 5 para o Curso e o “Conceito Contínuo”, que apresenta uma nota de 0 a 5, considerando as casas decimais. 

Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios
Recomendados