PRONUNCIAMENTO
Nik Imhof apoia a realização da Copa América no Brasil
Ele defendeu que a “mídia de esquerda” promove caos e confusão ao noticiar a decisão de Jair Bolsonaro para difamar e desmoralizar o presidente
por Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Brusque 10/06/2021 às 17:08
Foto: Divulgação

Durante a sessão ordinária desta terça-feira, 8 de junho, o vereador Nik Angelo Imhof (MDB) criticou a cobertura da grande imprensa brasileira sobre o aceite do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em realizar a Copa América 2021 no Brasil. “Vem aquela mídia de esquerda, que gosta de fazer confusão, gerar um caos referente à Copa América. Ora, eu pergunto: No Campeonato Brasileiro não tem coronavírus? Os campeonatos estaduais não têm coronavírus? Agora, a Copa América, só porque foi um ato inusitado feito pelo nosso presidente, gera um certo repúdio por toda a mídia e pela imprensa”, disse.

“Por que será que essa mídia de esquerda, que quer tanto difamar o nome do presidente Bolsonaro, faz esse caos, dizendo que é um absurdo a Copa América e não olha para os outros campeonatos? Será que não é por que o próprio representante da Copa América veio agradecer ao presidente por aceitar que o campeonato seja realizado no Brasil e garantir toda a segurança com relação ao coronavírus e a todas as infraestruturas que devem ser investidas para a realização do campeonato?”, cogitou. “Será que tem coerência esse ataque que fazem compulsoriamente ao nosso presidente? Será que a nossa mídia também não é falha, é esquerda, quer fazer sensacionalismo mesmo? Será que não é um ataque compulsivo da esquerda contra o nosso presidente?”, prosseguiu o parlamentar. 

Em aparte, Jean Pirola (PP) comentou que a ministra Carmen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF) solicitou uma sessão extraordinária para esta quinta-feira, 10, para que a Corte decida se o evento poderá ou não acontecer no país. A ação que pede a interrupção de todos os preparativos para que o Brasil sedie o torneio é de autoria do Partido dos Trabalhadores (PT). “A independência e a harmonia dos três poderes mais uma vez foi jogada no lixo”, avaliou o progressista.

“Deixo meus parabéns ao presidente pelas atitudes em prol do desenvolvimento do nosso Brasil e minha palavra de repúdio à esquerda, que toda vida tenta desmoralizar o trabalho que ele faz”, concluiu Imhof.

Recursos para Brusque

Ao abrir seu pronunciamento, Imhof comemorou o anúncio feito por Deivis da Silva, o Deivis Jr. (MDB), de que novas emendas parlamentares devem ser destinadas a Brusque. Ele destacou que o deputado federal Celso Maldaner (MDB) garantiu ao município um repasse de R$ 800 mil. O valor deve ser direcionado para as ações da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social. 

Segundo o vereador, Maldaner figura entre os pré-candidatos a governador de Santa Catarina pelo MDB nas eleições de 2022. Nessa lista, estão também o senador Dário Berger e o prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Aleixo Lunelli.

Assuntos: Política
Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios
Recomendados