ECONOMIA
Plano 1000. Estado autoriza mais de R$ 160 milhões para 22 municípios
Os projetos receberão os repasses em até quatro parcelas
por Secom/SC 21/05/2022 às 10:24 Atualizado em 21/05/2022 às 10:25
Imagem divulgação

O Governo do Estado autorizou o repasse de mais R$ 160,6 milhões para 46 projetos aprovados do Plano 1000. São obras de drenagens, pavimentações, reformas, reurbanizações e demais projetos de infraestrutura que beneficiarão, nesta etapa, 22 cidades no estado.

“Nosso compromisso com o Plano 1000 é atender os 295 municípios. Estamos tirando os projetos da gaveta, tornando realidade obras que eram aguardadas há anos pelos catarinenses. Com gestão eficiente, conseguimos investir com recursos próprios, fazendo a diferença e mudando a vida das pessoas”, disse o governador Carlos Moisés.

Os projetos receberão os repasses em até quatro parcelas. Os valores serão liberados mediante a apresentação do resultado da licitação. De acordo com o secretário da Fazenda, Paulo Eli, a melhoria na infraestrutura é fundamental para o desenvolvimento social e econômico. 

“Investir em infraestrutura é uma condição para que a chave mestra do resultado primário funcione. É o que gera mais competitividade na economia, diminuindo custos de logística e o acesso aos mercados, garantindo a atração de novos empreendimentos para Santa Catarina. É crescer com qualidade, abrindo novos postos de trabalho, melhorando a qualidade de vida dos que aqui vivem. A base de tudo isso é o planejamento”, sintetizou Eli.

Plano 1000 

Trata-se do maior projeto municipalista da história de Santa Catarina, que está destinando mais de R$ 7,3 bilhões para transformar projetos em obras estruturantes que promovam o desenvolvimento em todas as regiões do estado.

Pelo programa, os municípios catarinenses receberão recursos equivalentes a R$ 1 mil por habitante. Para calcular quanto cada cidade tem direito a receber, o Governo do Estado leva em conta as estimativas habitacionais mais recentes, fornecidas pelo Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE).

:: Projetos aprovados nesta etapa e o valor total

Blumenau

  • Execução de macrodrenagem com recuperação do pavimento na rua Araranguá, no bairro Garcia – R$ 5 milhões
  • Pavimentação da rua Paulo Zingel Filho, trecho de 2.180 metros, no bairro Itoupava Central – R$ 5 milhões
  • Pavimentação da rua Paulo Zingel, trecho de 1.465 metros, no bairro Itoupava Central – R$ 5 milhões
  • Pavimentação da rua Helmund Trapp, no bairro Texto Salto – R$ 5 milhões
  • Pavimentação da rua Frederico Jensen, no bairro Itoupavazinha – R$ 5 milhões

Braço do Norte

  • Pavimentação das ruas Renato Bonetti e Newton Marcelino – R$ 4,6 milhões
  • Pavimentação da rua João Bianchini – R$ 4,3 milhões

 

Camboriú

  • Pavimentação asfáltica da Estrada Geral do Braço – R$ 5 milhões  

Campos Novos

  • Construção de Unidade Básica de Saúde (UBS), no bairro São Sebastião –R$ 700 mil
  • Revitalização do Terminal Rodoviário Pedro Ivo Campos – R$ 600 mil
  • Construção da pista de atletismo no Complexo Esportivo Cid de Almeida Pedroso – R$ 5 milhões

 

Canoinhas

  • Pavimentação asfáltica de trecho da rua Otto Friedrich – R$ 2,4 milhões
  • Pavimentação asfáltica de trecho da rua Júlio Budant Netto – R$ 3,6 milhões

 

Capivari de Baixo

  • Pavimentação asfáltica na rua Bento Tomaz Balduino, no bairro Três de Maio – R$ 835 mil
  • Pavimentação asfáltica rua João Ernesto Ramos – R$ 2,1 milhões

 

Cocal do Sul

  • Pavimentação asfáltica na localidade da linha Ferreira Pontes e Linha Tigre – R$ 4,9 milhões

 

Curitibanos

  • Construção e ampliação do Posto de Saúde Central – R$ 5 milhões

 

Guabiruba

  • Pavimentação e obra de contenção da rua Francisco Debatin – R$ 2 milhões
  • Reurbanização de trecho das ruas São Pedro e José Fischer – R$ 4,5 milhões

Herval d’Oeste

  • Pavimentação na estrada de acesso à comunidade Boa Esperança – R$ 1,1 milhão
  • Pavimentação na estrada de acesso à comunidade de Santa Catarina – R$ 1,9 milhão
  • Ampliação no sistema de drenagem e rede de esgoto da rua Nereu Ramos – R$ 1,6 milhão

 

Imbituba

  • Pavimentação e drenagem da avenida Baleia Franca, no Bairro Ibiraquera – R$ 4,1 milhões
  • Drenagem da rua Nossa Senhora Aparecida na Aguada, no Bairro Alvorada – R$ 3,1 milhões
  • Pavimentação de drenagem pluvial da avenida Central do Rosa, no Bairro Ibiraquera – R$ 2,2 milhões
  • Construção de Centro de Referência de Assistência Social (Cras), no Bairro Vila Nova – R$ 800 mil

 

Jaraguá do Sul

  • Pavimentação das Rodovias JGS 483 - Gerhard Gumz e JGS 587 - Vendelin Schmidt – R$ 5 milhões
  • Implantação do Centro UP de Coworking e Inovação - Etapa 2 – R$ 5 milhões
  • Pavimentação do acesso para a Ponte do Rio Itapocuzinho – R$ 5 milhões

 

Joaçaba

  • Pavimentação do acesso ao distrito de Nova Petrópolis – R$ 4,9 milhões
  • Pavimentação asfáltica da Rua Clair Costenaro – R$ 4,5 milhões

 

Joinville

  • Reforma, ampliação, adequação da Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) Willy Schossland – R$ 900 mil

Massaranduba

  • Pavimentação asfáltica de trecho da Estrada Rio Molha - Localidade Ribeirão Gustavo – R$ 5 milhões

 

Porto Belo

  • Requalificação da avenida Santino Voltolini, no bairro Balneário Perequê – R$ 5 milhões
  • Requalificação da avenida Dorvalino Voltolini, no bairro Balneário Perequê – R$ 3,9 milhões

 

São Bento do Sul

  • Construção de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) – R$ 5 milhões
  • Pavimentação de vias municipais - Ruas Antônio Kaesemodel, Carlos Pscheidt, Augusta Robl e João Pauli – R$ 5 milhões

 

São João do Itaperiú

  • Construção de área de lazer – R$ 2,2 milhões

 

Sombrio

  • Construção do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) e oficinas da Secretaria de Assistência Social - R$ 1,7 milhão
  • Pavimentação da rodovia Guilherme Tiskoski - R$ 4,9 milhões

 

Urussanga

  • Pavimentação da Estrada Geral Rio América Baixo - R$ 3,2 milhões
  • Obras de infraestrutura na área industrial - R$ 2,3 milhões

 

Vidal Ramos

  • Pavimentação da estrada Campestre – R$ 3,2 milhões

Xaxim

  • Pavimentação de acesso ao distrito da Linha Anita Garibaldi – R$ 2,2 milhões
  • Pavimentação da estrada de acesso à Linha Tigre – R$ 3,2 milhões
  • Pavimentação de estrada de acesso ao Pilão da Pedra – R$ 2,5 milhões
Assuntos: Economia
Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios
Recomendados