FISCALIZAÇÃO
Polícia Militar de Santa Catarina deflagrou Operação Varejo
O objetivo principal das ações é, além de realizar a apreensão de todo montante de cigarros possíveis - de origem duvidosa ou mesmo ilegais - contabilizar o montante recolhido em valores reais, sobre o quanto representaria esta apreensão na arrecadação de tributos
por Polícia Militar SC 07/02/2019 às 06:28 Atualizado em 07/02/2019 às 06:29

Nesta quarta-feira, 6, foi desencadeada em todo o Estado de Santa Catarina a Operação Varejo, que visa combater o comércio ilegal de cigarros. A Polícia Militar, através de suas unidades, realizaram ações de varreduras em pontos de comercialização de cigarros contrabandeados. A operação seguiu até a noite.

O objetivo principal das ações é, além de realizar a apreensão de todo montante de cigarros possíveis - de origem duvidosa ou mesmo ilegais - contabilizar o montante recolhido em valores reais, sobre o quanto representaria esta apreensão na arrecadação de tributos para Santa Catarina.

Além disso, a operação prevê ainda apreender demais materiais de procedência duvidosa – produtos de descaminho ou contrabando – além de armas de fogo, entorpecentes e, a prisão e apreensão de eventuais infratores.

Santa Catarina contabiliza consequentes prejuízos causados pelos cigarros contrabandeados que circulam no Estado. Segundo levantamentos da Secretaria da Fazenda, há uma perda de aproximadamente R$ 7 milhões mensais na arrecadação, que contabilizam um montante anual de R$ 84 milhões.

Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios
Recomendados