ESPECIAL

Professores da Apae de Brusque participam de capacitações

Durante duas semanas os profissionais acompanharam palestras e cursos para se preparam para mais um ano de atividades
por Assessoria de Imprensa - Ideia Comunicação 21/02/2024 às 09:29 Atualizado em 21/02/2024 às 13:55
Imagem: Divulgação

Nas últimas duas semanas, professores e demais profissionais dos três centros de atendimento da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque, participaram de uma intensa programação de cursos, palestras e demais capacitações. O intuito foi prepará-los para mais um ano de atividades. 

Conforme a orientadora do Centro de Convivência Ruth de Sá (Cecon), Sandra Sapelli de Almeida Waldrigues, o intuito é preparar os profissionais para atender ainda melhor os usuários e promover a integração de todos. “Foram duas semanas intensas de trabalho. Nós, da orientação pedagógica, juntamente com a direção, programamos uma série de conteúdos que fazem parte do dia-a-dia na instituição e que atendem as demandas dos professores no decorrer do ano. Também temos alguns profissionais novos e o momento foi de grande importância para acolhê-los e apresentar a eles tudo o que desenvolvemos aqui”, afirmou Sandra. 

Ela destacou que as atividades realizadas foram a elaboração de planejamento, produção de materiais adaptados para os educandos, palestras técnicas e de comportamento. Além de um momento de integração entre os profissionais dos três centros de atendimento. 

“Tivemos a presença dos assistentes sociais da Apae de Brusque explicando sobre o serviço social realizado aqui e também com uma das nossas fisioterapeutas falando sobre o Pediasuit, que é um protocolo de terapia que a instituição possui. Além disso, a articuladora de educação especial, Anelyn Pinheiro, apresentou o planejamento anual do projeto ‘Apae fora dos muros’. Também houve um momento para conhecermos melhor o sistema ARGUS, onde são lançadas todas as presenças, faltas e observações. Foram realizados ainda momentos com profissionais internos, e duas palestras externas: a primeira com a psicóloga Ana Paula dos Santos Siqueira, que abordou o tema ‘Percepção do trato no dia-a-dia’. E a segunda com a palestrante e especialista Graziela Tomasi Bertolini, sobre inteligência emocional e autoconhecimento, intitulada ‘Tomando a vida nas mãos’”, explica a orientadora. 

Primeiro dia de atividades 

Na segunda-feira, 19 de fevereiro, os educandos retornaram às atividades e para recepcioná-los foi realizada a primeira edição do ano do Intervalo Animado. A atividade, criada pelo professor Marcelo da Silva Gomes, tem o formato de um programa de entrevistas com os educandos e muita música. Todas as edições são transmitidas on-line através das redes sociais da Apae de Brusque. “Pensamos que o primeiro Intervalo Animado teria que ser com os funcionários e professores, porque nossos amigos gostam muito de nos ver e de saber o que fazemos e gostamos. Então, nessa primeira edição fizemos essa troca de papéis e foi muito interessante: podemos observar que eles estavam muito curiosos e empolgados descobrindo histórias e curiosidades dos profissionais que aqui atuam”, comentou o professor. 

Ele ainda ressaltou que o projeto está gerando um retorno muito positivo dos familiares e até de Apaes de outros municípios. E para este ano, há planos para expandir a atividade.  “Descobrimos que algumas Apaes param suas atividades para acompanhar o nosso Intervalo Animado através das redes sociais. A partir disso, temos no planejamento realizar em 2024 o projeto em outros municípios. Além de trazer novas dinâmicas para os nossos educandos se divertirem”, frisou o professor. 

Gomes finalizou sua fala lembrando que o Intervalo Animado vai muito além de um momento de descontração. “A ideia é trabalharmos a comunicação, interação e socialização deles. É muito mais que uma atividade recreativa, as professoras aproveitam também para observar a maneira que eles se comportam, então é um momento muito importante”, declarou. 

O presidente da Apae de Brusque, Renato Roda, também esteve presente e participou da atividade como um dos entrevistados do programa. “Estamos muito felizes em receber todos os nossos educandos de uma maneira tão animada e divertida. Eles adoram esse tipo de atividade, todos querem participar, hoje em especial eles estavam muito animados para ver os professores contando um pouco de suas histórias. Foi uma bonita festa e uma linda maneira de iniciarmos as nossas atividades”, finalizou. 

Saiba mais

Fundada em 14 de setembro de 1955, a Apae de Brusque é a primeira Apae formada em Santa Catarina e a segunda constituída no Brasil. Seu início foi marcado após o nascimento de Pierre Moritz, filho dos saudosos Ruth e Carlos Moritz, que frequentou a entidade até 2022. Atualmente, 280 alunos recebem atendimento.

Ao longo da trajetória da Apae, pais e amigos se juntaram à caminhada e contribuem de forma permanente, visando o fortalecimento da instituição e a qualidade dos serviços prestados. A Apae Brusque oferece atendimento gratuito em todas as suas frentes de atuação: Clínica Uni Duni Tê, Instituto Santa Inês e Centro de Convivência Ruth de Sá.

Envie seu comentário sobre esta notícia

Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios

Recomendados

WhatsApp