INICIATIVA
SC Bem Mais Simples é destaque em evento sobre desburocratização
O evento nacional, uma iniciativa promovida pelo Sebrae/SC, debateu a importância da desburocratização para melhoria do ambiente de negócios
por Secom/Governo de SC 15/06/2022 às 22:20
Fotos: Ricardo Wolffenbuttel/Secom

Nos dias 14 e 15 de junho, o Governo de Santa Catarina apresentou, no Seminário Brasil Mais Simples, o programa SC Bem Mais Simples (SCBMS), política pública de simplificação coordenado pela SDE e implantado em 2021. O evento nacional, uma iniciativa promovida pelo Sebrae/SC, debateu a importância da desburocratização para melhoria do ambiente de negócios.

A apresentação da iniciativa, bem como os números no Estado, foi realizada pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE) e a Junta Comercial de Santa Catarina (Jucesc), o Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA), Vigilância Sanitária (DIVS), o Corpo de Bombeiros Militar, as secretarias da Fazenda, Casa Civil e Conselho Estadual do Meio Ambiente (CONSEMA).

Para o secretário interino da SDE, Jairo Sartoretto, a iniciativa do Sebrae/SC vem ao encontro dos objetivos do Governo do Estado. “O Programa SC Bem Mais Simples tem a missão de simplificar a abertura de empresas, e isto se torna fator primordial para atração de novos negócios em nosso Estado e poder disseminar a atuação deste programa com empreendedores e especialistas do cenário nacional é uma oportunidade incrível para o nosso Estado”, frisa Sartoretto.

Também presente no evento, a presidente da Jucesc, Renata Silva, falou sobre a atuação da Junta na missão de simplificar a abertura de empresas e a integração do SCBMS com as cidades.

“Para os municípios, este programa se torna essencial quando o assunto é desenvolvimento local, atração de novos negócios, geração de emprego e renda. A Jucesc, tendo a responsabilidade pela operacionalidade técnica e pelo funcionamento do sistema informatizado e automatizado que possibilita a completa comunicação e integração entre os órgãos de licenciamento, fica à disposição de todos os gestores municipais para eventuais dúvidas. Nosso foco é facilitar a vida do empreendedor catarinense, assim, queremos ir além e integrar o maior número de cidades possíveis ainda neste ano".

O gerente de Novos Negócios da SDE, Antonio Ricardo Machado Slosaski, que participou da apresentação do programa, destacou os números e a integração do SC Bem Mais Simples entre as prefeituras. “No total, foram integrados 66 municípios ao programa, 34 estão sendo treinados e iniciarão a adesão ao programa, 23 em fase de treinamento do sistema e 172 estão sendo articulados para aprovarem em suas Câmaras Municipais a Lei de Adesão”, destaca Slosaski.

O diretor administrativo da Jucesc, Diego Holler, apresentou no evento os dados estatísticos dos municípios que já implantaram o programa, evidenciando as vantagens alcançadas e o tempo necessário para o licenciamento e legalização de empresas e o fluxo de integração dos dados. “O SCBMS apresenta novidades sem alterar a dinâmica já conhecida e executada pelos servidores dos órgãos e os empreendedores na utilização dos sistemas. Um dos municípios implantados diminuiu o tempo total de abertura de empresas de 3 dias e 22 horas para 6 horas”, pontua.

O evento

Entre os temas que foram debatidos no Seminário, a palestra sobre a Lei de Liberdade Econômica, transformação digital e transparência, com André Santa Cruz, Diretor do Departamento Nacional de Registro Empresarial e Integração, esteve entre os pontos de destaque na abertura do evento. Bem como a palestra sobre os avanços da REDESIM, ministrada pela representante da Receita Federal, Olga Maria Silva Embiruçu. A iniciativa trouxe menos burocracia e mais simplificação e desenvolvimento aos municípios brasileiros.

Ainda no primeiro dia, foram apresentados cases de sucesso de municípios catarinenses participantes do programa Cidade Empreendedora que aplicaram políticas de desburocratização, como Pinhalzinho, Florianópolis e Rio do Sul, e de outros Estados, como Ponta Grossa/PR, Belo Horizonte/ MG, Bom Jardim/ RJ e São Paulo/SP.

Durante o evento, todos os municípios que aderiram à prática de simplificação do ambiente de negócios de acordo com a Lei de Liberdade Econômica, e que participam do Programa Cidade Empreendedora, serão reconhecidos com o Selo Município Empreendedor.

O gerente de desenvolvimento regional do Sebrae/SC, Paulo César Sabbatini Rocha, reforça que o objetivo do evento é promover a melhoria do ambiente de negócios no estado, trazendo padronização, simplificação e estimulando a aplicação da Lei de Liberdade Econômica. “Nosso Estado vem avançando na desburocratização do processo de formalização de empresas, tornando o ambiente muito mais atrativo ao empreendedor. Nesse contexto, o intercâmbio de experiências e a capacitação constante dos profissionais que estão na linha de frente nos municípios é fundamental para garantir avanços cada vez mais significativos nessa área”, comenta Paulo.

Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios
Recomendados