GUABIRUBA
Uma corda, duas escolhas: estudantes expõem projeto na praça do Centro
O trabalho faz parte de um projeto da área Linguagens Códigos e suas tecnologias
por Assessoria de Imprensa Prefeitura de Guabiruba 30/04/2021 às 16:09 Atualizado em 30/04/2021 às 16:10

A praça Theodoro Debatin ganhou um  novo olhar nesta sexta-feira, 30. Os alunos do Ensino Médio Senai, de Brusque, vieram florir a figueira. As flores são feitas de cordas e possuem um sentido muito importante. 

O trabalho faz parte de um projeto da área Linguagens Códigos e suas tecnologias. O tema do grupo é Uma Corda, Duas Escolhas, que enfatiza a alta taxa de suicídio no município e orienta a busca de auxílio e do sentido da vida. "O intuito do projeto é proporcionar às pessoas uma oportunidade de pensar melhor antes de finalizar sua vida”, afirma Gabriela Krempel Popper, aluna membro do grupo e moradora do bairro Aymoré. “Pesquisamos na internet e vimos que Guabiruba tem uma tendência ao suicídio. Por isso decidimos fazer a intervenção na praça, por ser uma área livre onde as pessoas podem ver com facilidade”, conclui. 

A professora de Linguagens Juliana Costa Masera diz que este é o único grupo que quis expor em área pública. Junto às flores, foram instalados vários quadros com frases positivas e um Código QR em que o cidadão pode escanear com a câmera de seu celular e ler mais sobre o projeto. 

A Superintendente da Fundação Cultural Paula Maiara Bohn ressalta que a fundação está aberta a propostas para exposição de projetos. “Ficamos muito felizes quando as pessoas têm essas iniciativas e estamos sempre de portas abertas a conversas para auxílio e acompanhamento, dando visibilidade à arte e à cultura, tão fundamentais neste tempo em que estamos vivendo”, finaliza.

Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios
Recomendados