Janela Popup com Áudio

Ao Vivo

Publicidade

Temporal no RS atinge 104 cidades e sobe para 8 o número de mortos

Mortes ocorreram em Paverama, Pantano Grande, Itaara, Santa Maria, Segredo, Encantado e Salvador do Sul

Fonte: Foto: Prefeitura de Salvador do Sul/Divulgação

Publicidade

Os temporais que atingem o Rio Grande do Sul desde segunda-feira (29) já deixaram oito mortes, 21 desaparecidos e expulsaram 2.576 pessoas de casa. Segundo a Defesa Civil, 104 cidades registraram problemas em razão da chuva. As regiões mais atingidas são: Metropolitana de Porto Alegre, Vales, Central, Serra e Sul.

  • Municípios afetados: 104 
  • Mortes: 8
  • Mortes em investigação: 0
  • Feridos: 6
  • Desaparecidos: 21
  • Pessoas em abrigos: 1.145
  • Desalojados: 1.431
  • Afetados: 19.110

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), afirmou em uma live na tarde de terça-feira (30) que, até o momento, o cenário das chuvas se assemelha ao de novembro do ano passado. Na ocasião, as chuvas causaram transtornos de forma esparsa e cinco mortes, diferente das enchentes de setembro – que resultaram em mais de 50 mortes.

Mortos e desaparecidos

Duas mortes ocorreram em Paverama, após um carro ter sido arrastado pela enxurrada. As vítimas são dois homens de 69 e 65 anos. Os nomes deles não foram divulgados.

A terceira morte aconteceu em Pantano Grande, segundo a Defesa Civil. Nercio Giovane Silveira Farias, de 60 anos, sofreu uma descarga elétrica ao tentar desligar um disjuntor após o temporal.

Duas mulheres foram encontradas mortas, uma em Encantado e outra em Itaara. Em Santa Maria, uma idosa de 85 morreu vítima de um deslizamento de terra. Os nomes delas não foram divulgados.

Já em Segredo, morreu um homem de 62 anos que estava dentro de um veículo que tentava atravessar uma área alagada.

Em Salvador do Sul, uma pessoa morreu após um deslizamento de terra destruir casas. O Corpo de Bombeiros trabalha para identificá-la.

Os desaparecimentos foram registrados em Candelária (oito pessoas), Encantado (seis) e Roca Sales (quatro), São Vendelino (2) e Salvador do Sul (1).

Prejuízos

Em Roca Sales, no Vale do Taquari, uma família ficou soterrada após um deslizamento de terra. Um homem que estaria na casa atingida está desaparecido. O filho do casal conseguiu sair pelo telhado e se salvar, e a mulher foi resgatada por moradores.

Uma ponte foi levada pela correnteza do rio que divide as cidades de Santa Maria e Restinga Seca, na Região Central do Rio Grande do Sul. A queda ocorreu na tarde desta terça-feira (30), no km 228 da RSC-287.

Uma ponte de concreto cedeu e foi levada pela correnteza que se formou no Arroio Barramansa, em Santa Tereza, na Serra. A queda da ponte ocorreu no momento em que a prefeita Gisele Caumo (PP) gravava um vídeo alertando sobre os impactos da chuva.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Publicidade

DESTAQUES

Fale Conosco

plugins premium WordPress

Utilizamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência no nosso portal. Conheça nossa Política de privacidade ou clique em continuar no botão ao lado.