Janela Popup com Áudio

Ao Vivo

Publicidade

Beto Carrero World fecha zoológico Mundo Animal após 32 anos

Com anúncio, parque dará sequência às transferências dos animais

Fonte: Divulgação/Beto Carrero World

Publicidade

O Beto Carrero World anunciou nesta quinta-feira (27) o fim das atividades do Mundo Animal, o zoo que funcionou durante 32 anos como uma das atrações mais icônicas do parque multitemático. A decisão, segundo comunicado do parque, levou em conta o bem-estar dos animais.

– Temos muito orgulho e respeito por toda história que tivemos com os animais. Meu pai, Beto Carrero, tinha uma conexão incrível e nos inspirou a cuidar, preservar e amar cada um deles. As gerações mudam, e hoje entendemos que é mais significativo receber os animais que nos visitam espontaneamente, como capivaras e pássaros migratórios, do que manter espécies selvagens dentro de um parque temático – diz comenta Alex Murad, Presidente do Conselho Administrativo do Beto Carrero World.

A mudança já vinha sendo pensada há algum tempo, e era compartilhada com a equipe técnica do zoo. É o que explica a bióloga Kátia Cassaro, coordenadora do Mundo Animal:

– Trabalhamos num parque multitemátivo. Tem shows, brinquedos, atrações que talvez não combinem com a manutenção dos animais. Essa situação vem sendo pensada há muito tempo, se esses recintos devem coexistir com as demais atrações. E chegamos à conclusão que não.

Mas o parque adaptou-se às novas percepções e necessidades de bem-estar animal, e os shows deram lugar a uma abordagem mais profissional, resultando na criação do zoo, que tinha o propósito de acolher diversas espécies.  

Ao longo dos anos, o zoo firmou importantes parcerias com órgãos como Ibama e ICM-Bio, e participou de grandes projetos de conservação, que incluíram a reprodução de micos-leões-dourados, tamanduás e jacutingas, espécies da fauna brasileira. Também atuou na recuperação de centenas de animais resgatados.

Para Alex Murad, trata-se de um novo período de transição para o Beto Carrero World e sua relação com os animais:

– Eu acredito muito na transição. Como houve com o circo, a transição do circo tradicional para o Cirque Du Soleil, o zoológico também vai ter que mudar. Os zoos modernos hoje têm outros conceitos. Eu visito e gosto, quando é feito com amor – diz Murad.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Publicidade

DESTAQUES

Fale Conosco

plugins premium WordPress

Utilizamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência no nosso portal. Conheça nossa Política de privacidade ou clique em continuar no botão ao lado.