Janela Popup com Áudio

Ao Vivo

Publicidade

Núcleo promove palestra sobre interpretação de sentenças trabalhistas

Evento foi realizado na sede da ACIBr e reuniu mais de 20 profissionais de escritórios de contabilidade nucleados

Fonte: Foto: Bárbara Sales/Ideia Comunicação

Publicidade

O setor de Departamento Pessoal do Núcleo de Empresas Contábeis da Associação Empresarial de Brusque, Guabiruba e Botuverá (ACIBr) promoveu na quarta-feira, 22 de maio, a palestra “Interpretação das Sentenças Trabalhistas”, com o advogado Patrick Scalvin.

O objetivo da palestra foi promover um maior entendimento sobre esse processo que faz parte da rotina de trabalho dos escritórios de contabilidade. “Começamos a ter dificuldades na interpretação das sentenças e na escolha das bases para os novos cálculos. Por isso, percebemos a necessidade de chamar um profissional especializado, um advogado com mais experiência na área trabalhista para nos dar esse suporte nessa interpretação”, explica Caroline Speck Klein Ibing, coordenadora do setor de Departamento Pessoal do Núcleo de Empresas Contábeis.

De acordo com ela, promover ações de esclarecimento como essa faz parte do papel do Núcleo. “Um ajuda o outro, não há competição entre os profissionais. Muitas vezes perguntamos, e a dúvida de um já é a solução para o outro. Nossas reuniões são bem ativas, propiciando um bate-papo produtivo”, comentou.  

O advogado Patrick Scalvin destacou a importância de se discutir o tema. “Desde o ano passado, as sentenças trabalhistas precisam ser lançadas no e-Social, o que impactou significativamente o trabalho das contabilidades. Existem dúvidas comuns na interpretação dessas sentenças, tanto que até nós, da área jurídica, temos dúvidas. Para resolver essas questões, há recursos específicos como os embargos de declaração”, explicou. 

Ele também ressaltou que a integração entre contabilidade e jurídico é fundamental. “A principal dica é que hoje contabilidade e jurídico devem caminhar juntos. Dependemos dos contadores para fazer bons acordos, e eles dependem de nós para interpretar corretamente as sentenças e lançá-las adequadamente”, afirmou o advogado.

Caroline destaca que a ACIBr tem desempenhado um papel crucial ao proporcionar esses momentos de interação e crescimento profissional aos nucleados. “Essas reuniões não apenas engajam, mas também valorizam os profissionais. Os contadores, cada vez mais, estão empenhados em estudar e buscar novas soluções para seus clientes”, acrescentou.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Publicidade

Fale Conosco

plugins premium WordPress

Utilizamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência no nosso portal. Conheça nossa Política de privacidade ou clique em continuar no botão ao lado.