Janela Popup com Áudio

Ao Vivo

Publicidade

Quem são os secretários de SC exonerados para disputar eleições municipais em 2024

Lista de saídas definidas pelo governador Jorginho Mello foi publicada nesta quarta-feira no Diário Oficial do Estado

Fonte: Roberto Zacarias/SECOM SC

Publicidade

Dois secretários e dois secretários-adjuntos do governo Jorginho Mello deixaram os cargos para concorrer a prefeituras nas Eleições 2024 em Santa Catarina. As exonerações assinadas pelo governador foram publicadas na edição desta quarta-feira (5) do Diário Oficial do Estado. A data-limite para desincompatibilização de quem ocupa cargo de secretário estadual e deseja concorrer a prefeito e vice-prefeito é quatro meses antes da eleição, prazo que será completado nesta quinta-feira (6).

A secretária de Saúde, Carmen Zanotto (Cidadania), deixa o cargo para concorrer à prefeitura de Lages, na Serra Catarinense. Carmen e Jorginho já haviam confirmado o movimento em entrevista no fim de maio. Ela já disputou o cargo nas eleições de 2020, quando foi derrotada por diferença de apenas 56 votos para o atual prefeito da cidade, Antônio Ceron (PSD).

Outro nome que também já tinha a saída confirmada pelo governo de SC é a do secretário de Meio Ambiente e Economia Verde, Ricardo Guidi (PL). Recém-filiado ao partido do governador, Guidi é o nome da legenda para concorrer à prefeitura de Criciúma, no Sul do Estado.

Tanto Carmen quanto Guidi são deputados federais eleitos e devem reassumir os cargos no Legislativo antes de se envolverem diretamente na campanha eleitoral nos municípios.

O secretário-adjunto de Portos e Aeroportos, Robison Coelho (PL) foi outro nome na lista de exonerações do governo com destino às eleições de 2024. Robison é pré-candidato a prefeito em Itajaí. Nas eleições de 2020, ele já disputou o cargo, terminando em segundo lugar, atrás de Volnei Morastoni (MDB), que agora conclui o segundo mandato consecutivo na cidade.

Por fim, a secretária-adjunta de Educação, Patrícia Lueders, também foi exonerada do cargo no documento publicado nesta quarta-feira. Ela tem o nome especulado como possível candidata a vice-prefeita de Blumenau, cidade de origem da gestora. Na terça-feira, no entanto, o colunista da NSC, Pedro Machado, publicou que a atual vice-prefeita de Blumenau, Maria Regina de Souza Soar (PSDB), foi convidada oficialmente pelo pré-candidato a prefeito apoiado pelo governador, Egídio Ferrari (PL), para compor a chapa, na condição de vice. Ela ainda não deu resposta ao convite.

Uma das principais dúvidas dessa reta final de definições sobre desincompatibilizações do governo Jorginho, o secretário de Planejamento, Edgard Usuy, não foi exonerado na primeira publicação do dia do Diário Oficial . Nas últimas semanas, o nome dele ganhou força para ser o indicado do governador a vice-prefeito na chapa liderada por Topázio Neto (PSD), que buscará a reeleição à prefeitura de Florianópolis.

Outros cinco nomes do segundo escalão, responsáveis por diretorias e superintendências, também aparecem na lista de exonerações assinadas pelo governador Jorginho Mello nesta quarta.

Outros dois secretários já haviam deixado cargo

Outros dois secretários do governo Jorginho Mello já haviam deixado o cargo nos últimos meses por conta do interesse de concorrer a prefeito nas eleições de 2024. No fim de 2023, o deputado estadual Estêner Soratto (PL), que comandou a Secretaria de Estado da Casa Civil no primeiro ano de gestão de Jorginho, deixou a pasta e retornou para exercer o cargo na Assembleia Legislativa (Alesc) — onde não há exigência de deixar o cargo para disputar eleições. Soratto deve ser o candidato do partido a prefeito de Tubarão, no Sul do Estado, cidade em que pode protagonizar uma disputa contra o ex-governador Carlos Moisés (Republicanos).

Mais recentemente, em maio, o deputado estadual Sargento Lima (PL) deixou a Secretaria de Segurança Pública de SC, cargo que havia assumido em janeiro. O motivo foi também a necessidade de se desincompatibilizar do cargo para poder concorrer nas eleições 2024. Sargento Lima é pré-candidato à prefeitura de Joinville.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Publicidade

DESTAQUES

Fale Conosco

plugins premium WordPress

Utilizamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência no nosso portal. Conheça nossa Política de privacidade ou clique em continuar no botão ao lado.