Janela Popup com Áudio

Ao Vivo

Publicidade

Campanha de vacinação contra a poliomielite começa nesta terça-feira (28)

Salas de vacinação já estão abertas para receber a população. Dia D será em 8 de junho

Fonte: Fernando Frazão/Agência Brasil

Publicidade

A Secretaria de Saúde de Brusque iniciou, nesta terça-feira (28), a campanha de imunização contra a poliomielite. O objetivo é resgatar crianças não vacinadas, colocando em dia a caderneta de vacinação buscando imunizar as crianças e ampliar a cobertura vacinal em todo o município.

A faixa etária da vacinação é para todas as crianças até quatro anos, 11 meses e 29 dias. As doses indicadas são: primeira dose com dois meses; segunda dose com quatro meses e terceira dose com seis meses. 

A campanha segue até o dia 14 de junho. Ao todo, 18 salas de vacinação das unidades básicas de saúde (UBSs) estarão abertas das 8h às 17h para atender a população. As unidades são: Limeira; Dom Joaquim; Planalto; Paquetá; Santa Terezinha; Santa Rita; Santa Luzia; Ponta Russa; Steffen; São Luiz; Cedrinho; Guarani; Maluche; São João; Policlínica; Águas Claras; Rua Nova Trento e Bateas.

Pensando em intensificar a campanha, no próximo sábado, dia 8, acontecerá o Dia D da vacinação contra a poliomielite. As UBS estarão abertas para atender as demandas. A intenção do Governo do Estado é atingir a cobertura vacinal de 95% em Santa Catarina.  

Em Brusque, o público é em torno de 9.300 crianças. A poliomielite, também conhecida como paralisia infantil, é transmitida por água e alimentos contaminados ou contato com uma pessoa infectada. Muitas pessoas infectadas com o poliovírus não ficam doentes nem apresentam sintomas. No entanto, aquelas que ficam doentes desenvolvem paralisia, e pode até mesmo ser fatal. 

“A doença já foi erradicada no Brasil, mas por conta da baixa cobertura vacinal, o Brasil é um dos oito países sul-americanos que apresentam alto risco de volta da poliomielite”, destaca Carol Maçaneiro, diretora de Vigilância em Saúde. “Por isso a importância de levar seus filhos para vacinar. Não é só garantir a saúde do seu filho, mas também ajudar toda a população”, finaliza.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Publicidade

DESTAQUES

Fale Conosco

plugins premium WordPress

Utilizamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência no nosso portal. Conheça nossa Política de privacidade ou clique em continuar no botão ao lado.