Janela Popup com Áudio

Ao Vivo

Publicidade

Nebulosidade variável com chance de chuva à noiteXXX Fenajeep se consagra como fenômeno no off-road da América LatinaNebulosidade variável com chance de chuva à noite

Cerca de 50 mil pessoas e mais de 600 jipes participaram do evento na edição de 30 anos

Publicidade

Um fenômeno. Assim pode ser definida a XXX Festa Nacional do Jeep, que chegou ao fim na tarde deste domingo, 2 de junho. Durante cinco dias, cerca de 50 mil pessoas e mais de 600 jipes participaram do evento, considerado o maior do segmento off-road da América Latina.

“Só o que é bom alcança a marca de 30 anos. A XXX Fenajeep encerra com sucesso de público e recorde de jipes inscritos nas provas e passeios. A arquibancada permaneceu lotada e tudo ocorreu dentro do esperado”, afirma o presidente da Comissão Organizadora, Luiz Gustavo Ullrich, o Guto.

Difícil foi conter a emoção quando a Bandeira do Brasil, que coloriu de verde e amarelo o céu do evento desde quarta-feira, 29 de maio, foi arriada. “Cresci na Fenajeep e sempre trabalhei nos bastidores, acompanhando os meus pais, que já foram presidentes. Esta festa faz parte da minha vida e posso garantir que estamos aqui, dando o nosso melhor, para que os pilotos, expositores, colaboradores e o público em geral, vivam uma grande experiência do mundo off-road”, explica Guto. 

Uma das novidades da edição foi a estreia da Adventure Cup no evento. Nos anos anteriores, os UTVs já aceleraram na pista indoor e, em 2024, puderam participar do campeonato. Já o presidente Guto que, por muitas vezes coordenou o Desafio Fenajeep, acompanhou a competição de longe e se surpreendeu com carros finalizando os 400 metros de pista com obstáculos em menos de 50 segundos. 

“A Fenajeep é feita de grandes histórias e de pessoas que acreditam no evento. Por acontecer sempre no feriado de Corpus Christi, é impressionante o quanto a rede hoteleira de Brusque e região é reservada com antecedência. Não havia mais hospedagem disponível, mesmo por aplicativos. Isso demonstra o comprometimento das pessoas com a festa. Agora, começamos a planejar a edição de 2025, em busca sempre do melhor”, reforça Guto. 

Recorde de velocidade no indoor

O diretor de prova, Claudiomir Reitz, o Kiko, comprova que a velocidade dos jipes, gaiolas e UTVs na pista indoor se traduziram em um grande espetáculo. “É um traçado sinuoso e alto, para que os pilotos possam andar. No ano passado, chegamos ao limite de 23 segundos e, este ano, nos surpreendemos com a marca de 22 segundos”, ressalta. 

Os UTVs, que disputaram a Adventure Cup, voltaram à competição neste domingo e, junto aos jipes e gaiolas, levantaram o público na arquibancada. “Registramos alguns acidentes mas, graças a Deus, nada grave. A edição de 30 anos da Fenajeep foi muito especial, um verdadeiro sucesso”. 

Solidariedade

A 30ª edição da Fenajeep também foi marcada pela solidariedade, com a campanha ‘De volta pra casa’, que destinará um percentual dos recursos da bilheteria do evento para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. Além disso, foi feita arrecadação de donativos e doações via Pix, que serão enviados ao estado vizinho. “Vamos priorizar a compra de colchões, geladeiras e fogões para as pessoas que perderam tudo nas enchentes. Em breve divulgaremos o resultado da campanha”, destaca o presidente do Brusque Jeep Clube.

Saiba mais

A solenidade de abertura da XXX Fenajeep ocorreu na noite de quarta-feira, dia 29 de maio. Logo após o hasteamento da Bandeira Nacional, houve uma homenagem aos idealizadores do evento e o início do Salão Off-Road. O governador de Santa Catarina, Jorginho Mello, esteve presente e aproveitou a ocasião para assinar um repasse de R$ 3,5 milhões para a obra de revitalização da Rodovia Antônio Heil. 

Na manhã de quinta-feira foi dada a largada da disputa indoor na pista interna da Fenajeep. Milhares de pessoas acompanharam jipes e gaiolas voando baixo e levantando poeira na sede do evento. Já na sexta-feira, os protagonistas foram os grandes carros, altamente equipados para superarem desafios como buracos, troncos e outros empecilhos pelo caminho.

Mantendo viva a essência que formou a maior festa off-road da América Latina, cerca de 180 carros participaram dos Passeios Radical e Expedition, com largada na manhã de sábado, 1º de junho. O dia ainda foi marcado pela tradicional competição do Rally de Regularidade e por uma estreia: a Adventure Cup, que trouxe para a pista indoor e para trilhas externas a disputa dos UTVs. 

Por fim, desde cedo, o domingo foi marcado pela emoção. Pilotos de jipes, gaiolas e dos carros equipados para o Desafio, não mediram esforços para baixar o tempo e alcançar o sonho de todo jipeiro da América Latina, de levantar a taça de campeão da Fenajeep. 

Campeões Indoor da XXX Fenajeep

Nada mais, nada menos, do que 10 vitórias na Fenajeep. Isso contando a edição de 2024, na qual o piloto Silvio Ambrosi, de Veranópolis (RS), alcançou a marca inédita de vencedor nas categorias Jeep Aspirado e Jeep Turbo. “Me sinto um pouco figurante agora, porque o meu Estado passa por uma situação complicada agora. Mas eu digo para todos: não deixem de acreditar em seus sonhos. Por mais difícil que seja, e eu sei que as dificuldades são enormes, todos nós somos capazes de vencer”, disse, emocionado. 

Dobradinha também na Gaiola Turbo e Aspirado. Desta vez o protagonista foi o piloto brusquense, Lucas Tomasi. Não é a primeira vez que ele leva o título de campeão da Fenajeep. No currículo, são quatro vitórias na Gaiola Aspirado e mais uma na Gaiola Turbo. “Eu me jogo nos campeonatos e esse aqui é um evento que qualquer piloto off-road espera o ano inteiro. Vencer em duas categorias, então, é incrível. É a primeira vez que isso me acontece”, relata. 

Um tricampeão da categoria Gaiola Turbo viveu a emoção de levar a taça da Fenajeep, agora pela categoria UTV Iniciante. Valério Pozzi, de Guabiruba (SC), estreou na modalidade com vitória. “Espero o ano inteiro por esse momento. Participo de competições em todos os lugares, mas aqui é diferente. E essa pista que foi traçada me permitiu abusar do carro e entrar bem nas curvas. Foi perfeito”, avalia. 

Na categoria UTV Pro, Eduardo Bianchini, de Brusque (SC), foi o vencedor pela terceira vez. “Sou tricampeão da Fenajeep, que é o sonho de todo piloto off-road. Até ganho uma prova ou outra, mas o meu foco é essa competição. Foram dias excelentes, não tenho nada para reclamar. A Comissão Organizadora está de parabéns”, elogia. 

Campeões Desafio da XXX Fenajeep

Os “grandões” da Fenajeep são uma das principais atrações da festa. É preciso coragem para assumir o volante e vencer os obstáculos. Um desses pilotos destemidos é Marcelo Henrique Ferro, de Curitiba, que escolheu como “Zequinha” o amigo Matheus Galvão, do Rio de Janeiro. Juntos, eles foram campeões da categoria Jeep. “É a primeira vez que eu corro na minha vida. Já fiz trilha, mas isso foi totalmente diferente. Na primeira vez a gente tombou e senti que aquilo não era pra mim. Depois demos sorte. Mas a vitória é do piloto”, analisa Matheus.

Na categoria Stock, o vencedor foi a dupla Willian Ouriques (piloto), de Timbó (SC), e Anderson Bonin (Zequinha), de Santa Rita, Paraguai. “É a terceira vez que competimos e a nossa primeira vitória. Pegamos um final de semana com sol e uma pista bastante técnica, mas conseguimos acelerar e fazer boas voltas”, vibram os dois. 

O piloto Alfredinho Fritzke, de Blumenau (SC), e seu Zequinha, Pablo Henrique de Liz, venceram o Desafio na categoria Graduados. “Já ando na Fenajeep há quase três décadas, ao lado do meu pai. Sou tricampeão e disputo o Campeonato Brasileiro. Mas nada se compara com competir com os melhores pilotos da América Latina”, observa. 

Para finalizar a 30ª edição, os campeões do desafio na categoria Força Livre foram premiados. Pela primeira vez, a dupla Paolo Spina e Anderson Ricardo dos Santos subiu ao lugar mais alto do pódio na Fenajeep. “Estamos muito emocionados, é uma sensação que não tem igual. A torcida fez toda a diferença, todo mundo motivando, o pessoal de Jundiaí (SP) assistindo pela internet, mandando mensagem torcendo, isso deu gás para a vitória”, comemorou Paolo, o piloto.

Resultados finais

Jeep Aspirado

1º Silvio Ambrosi – Veranópolis (RS)

2º Osmar Martignago Júnior – Primavera do Leste (MG)

3º Diego Maia Vicente – Itapeva (SC)

4º Mauricio H. Allgayer – Forquetinha (RS)

5º Cleiton Stedile – Campo Largo (PR)

Jeep Turbo

1º Silvio Ambrosi – Veranópolis (RS)

2º Renan Stiegmeier Gruneich – Gaspar (SC)

3º Ed Carlos De Oliveira Marques – Santana de Parnaíba (SP)

4º Renato Gruneich – Gaspar (SC)

5º Diego Maia Vicente – Itapeva (SP)

Gaiola Aspirado

1º Lucas Tomasi – Brusque (SC)

2º André Kouda – Apiuna (SC)

3º Lucas Henrique Lang – Brusque (SC)

4º Oberdan Borhausen Kohler – Guabiruba (SC)

5º Júlio Cesar Bach – São Lourenço do Oeste (SC)

Gaiola Turbo

1º Lucas Tomasi – Brusque (SC)

2º Valério Pozzi Neto – Guabiruba (SC)

3º Fabiano Domingues de Oliveira – Juquitiba (SC)

4º André Piovesan – Frederico Westphalen (RS)

5º Laudinei Scheis – Blumenau (SC)

UTV Iniciante

1º Valério Pozzi Neto – Guabiruba (SC)

2º Matheus Hort – Brusque (SC)

3º José Heil Junior – Brusque (SC)

4º Felipe Goulart de Oliveira – Manhuaçu (MG)

5º Joao Vitor Machado – Campo Largo (PR)

UTV Pro

1º Eduardo Bianchini – Brusque (SC)

2º Vinicius G. Nogueira – Limoeiro do Norte (CE)

3º Parley Fiamoncini – Rodeio (SC)

4º Kleber Pits – Rodeio (SC)

5º Junior Vargas – Brusque (SC)

Desafio – Categoria Jeep

1º Marcello “Tchê” Ferro

2º Peterson Klaus

3º Strafit Júnio

Desafio – Categoria Stock

1º Willian Ouriques

2º Jessiel Martins

3º Marcelo Araújo

Desafio – Categoria Graduado

1º Alfredinho Fritzke

2º Herick Pavin

3º Deivid Martins

Desafio – Categoria Força Livre

1º Paolo Spina

2º Rodrigo Campos

3º Anderson Darros

4º Osmar Teixeira

5º Ricardo Brosin

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Publicidade

DESTAQUES

Fale Conosco

plugins premium WordPress

Utilizamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência no nosso portal. Conheça nossa Política de privacidade ou clique em continuar no botão ao lado.