Janela Popup com Áudio

Ao Vivo

Publicidade

Cras Azambuja recebe oficina sobre erradicação de trabalho infantil

Ação integra dia mundial contra o trabalho infantil, que ocorreu no dia 12 de junho

Fonte: Secom/Brusque

Publicidade

Para refletir sobre o trabalho infantil, a secretaria de Desenvolvimento Social de Brusque, por meio de sua equipe técnica, realizou uma oficina para os usuários do Cras Azambuja sobre o tema. O evento ocorreu na tarde desta quarta-feira (26) no próprio Cras e reuniu quase 20 participantes.

A ação foi uma oportunidade para os usuárias tirarem dúvidas, principalmente sobre a relação entre trabalho infantil e ajuda no trabalho doméstico, além disso, foi explicado sobre a legislação e temas que envolvem o trabalho infantil. O objetivo

A psicóloga da secretaria de Desenvolvimento Social e responsável pelo Peti em Brusque, Ionara Marques de Oliveira Ceron Riciatti, falou sobre a ação. “Procuramos mobilizar e conscientizar a população e também os profissionais sobre os danos causados pelo trabalho infantil nas crianças e nos adolescentes. Fizemos esse trabalho, essa ação através de vídeos, de reflexão sobre esses vídeos, atividades lúdicas, também contendo temas, perguntas e respostas referentes ao que é trabalho infantil, o que não é, trouxemos dados também do Brasil e em que situação nós estamos hoje,” disse.

Programa em Brusque
Riciatti falou ainda sobre os trabalhos em Brusque. “Vamos também realizar uma capacitação junto com o Ministério Público, junto com as escolas e Brusque vai participar do concurso, que é o concurso MPT na Escola, que trata da temática do combate ao trabalho infantil, onde as crianças vão poder participar através de contos, músicas, poesias, é um concurso nacional. E também eles vão fazer uma audiência pública aqui em Brusque para tratar a temática, então, um tema muito importante, que Brusque está mobilizando tanto a sociedade civil quanto também a toda rede do sistema de garantia de direitos,” destavou.

Programa de Erradicação do Trabalho Infantil – PETI
O Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) teve início, em 1996, como ação do Governo Federal, com o apoio da Organização Internacional do Trabalho (OIT), para combater o trabalho de crianças em carvoarias da região de Três Lagoas (MS). Sua cobertura foi, em seguida, ampliada para alcançar progressivamente todo o país num esforço do Estado Brasileiro para implantação de políticas públicas voltadas ao enfrentamento do trabalho infantil, atendendo as demandas da sociedade, articuladas pelo Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI).

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Publicidade

DESTAQUES

Fale Conosco

plugins premium WordPress

Utilizamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência no nosso portal. Conheça nossa Política de privacidade ou clique em continuar no botão ao lado.